Vírus Zyka: bispos da Colômbia denunciam manipulação do lobby pró-aborto

O lobby pró-aborto usaria a disseminação do vírus Zyka como pretexto para impor leis “pró-aborto” na Colômbia.

D
em um comunicado à imprensa publicado em 5 de fevereiro, site da Conferência dos Bispos da Colômbia, os Bispos da Colômbia denunciam a manipulação do lobby pró-aborto.

“Sem dúvida, o lobby pró-aborto está aproveitando essa situação para liberalizar a lei na Colômbia, com a ajuda da pressão internacional das Nações Unidas e das grandes empresas de aborto. "

A comunidade internacional suspeita que o vírus Zyka seja responsável pela microcefalia, uma malformação do crânio que ocorre durante a gravidez e causa retardo mental significativo. No entanto, como os bispos colombianos corretamente apontam, a ligação entre o vírus Zyka e a microcefalia nunca foi comprovada cientificamente!

Essa é uma hipótese usada para induzir mães com vírus Zyka a abortar.

“O governo deve se preocupar em fornecer atendimento médico adequado às mulheres grávidas com zika, com suspeita ou diagnóstico de zika, e apoio concreto em vez de oferecer-lhes o aborto. "

Os bispos acreditam que as mulheres não têm um acesso real à informação e que toda essa situação é usada para explorar seu medo para levá-las a tomar a decisão de fazer um aborto.

O editorial

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.