Uma mulher ugandense foi envenenada por ir à igreja?

Uma jovem mãe morreu depois de ir à igreja em Uganda.

Namata Habiiba é uma mulher Mulumsan de 21 anos que vive em Uganda com seu filho de 3 anos. Seus pais morreram em um acidente de carro há dois anos, então ela mora com seus sogros.

Em 18 de setembro, Namata foi convidado a se juntar aos cristãos da igreja da aldeia de Wakawaka. Seu amigo conta Notícias da Estrela da Manhã que ela se converteu a ele.

Namata então volta do culto com sua amiga na casa da sogra, que pergunta por que ela chega em casa tão tarde. A jovem responde que acabara de frequentar um culto e que havia se convertido.

A sogra então, segundo as palavras da amiga de Namata, ia preparar uma refeição que ela então lhes servia. Esta amiga, estando em jejum, não comeu com Namata, que, por sua vez, teria começado a queixar-se de fortes dores de estômago e começou a vomitar.

Com a ajuda de vizinhos, a amiga levou Namata ao hospital mais próximo, onde recebeu tratamento, mas ela logo morreu no local.

O amigo de Namata esclarece que as autoridades locais e outros moradores condenaram o assassinato. A busca pela sogra continua.

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.