Testemunho de um pastor argelino: "A fé cristã na Argélia é difícil, mas Deus nos dá muita alegria e coragem"

Conhecemos o pastor argelino Youssef que fala pelos cristãos perseguidos em seu país. Durante nosso intercâmbio, ele nos falou sobre as dificuldades enfrentadas pelos cristãos argelinos e a necessidade de aumentar a conscientização internacional sobre este assunto. Afirma que se “a fé cristã na Argélia é difícil” Deus lhes dá “muita alegria e coragem”. 

Informações Cristãs : Você pode nos contar sobre a situação dos cristãos na Argélia? 

Pastor Youssef : Desde 2019, o governo argelino começou a fechar igrejas em nosso país. Atualmente 16 igrejas foram fechadas e seladas. Três igrejas domésticas também foram condenadas a cessar o culto.

Muitos cristãos sofrem com essa situação, não sabem mais como manter seu culto e sua vida cristã. É muito triste e, no entanto, há muitas pessoas interessadas no Evangelho. Infelizmente, o estado argelino nos vê como uma ameaça, um perigo.

IC : Por que os cristãos são considerados um perigo para a Argélia?

Pastor Youssef : É porque somos cristãos e argelinos. Antes de me converter ao cristianismo, eu era muçulmano e cresci em uma família muçulmana muito conservadora.

Não sou o único, há imãs que se converteram ao cristianismo e até ex-terroristas. O Estado argelino vê nessas conversões um perigo para a cultura argelina, para o Islã e para a chamada unidade da sociedade.

O governo argelino considera uma pena que a Argélia tenha dezenas de milhares, porque não são apenas alguns ex-muçulmanos convertidos em cristãos que estabeleceram igrejas e são muito ativos na fé, no testemunho e na comunidade. É por isso que eles têm medo.

IC : Você corre riscos, você leva a mensagem de seus irmãos e irmãs perseguidos em seu país. Como você encontra força e coragem para testificar? 

Pastor Youssef: Eu não sou o único, eu quero dizer isso. Deus libertou os cristãos argelinos do medo e nós confiamos nele, é ele quem lidera, é ele quem protege. Mas temos que correr riscos porque se não falarmos, a opinião internacional não saberá o que está acontecendo na Argélia.

Para mim, como para outros, é uma obrigação informar a opinião internacional sobre o que está acontecendo atualmente em meu país.

Isso não é sem risco. Tenho muitos casos de irmãos e irmãs à minha volta que foram a tribunal ou foram intimados pela polícia.

Eu mesmo fui convocado cerca de vinte vezes pelas autoridades. Também fui condenado a três anos de prisão, mas fui absolvido graças a intervenções externas.

A fé cristã na Argélia é difícil, mas Deus nos dá muita alegria e coragem. Nós realmente vemos sua ação porque Deus mudou muitas vidas. Ele também uniu cabilas, berberes e árabes.

Agora, muitos argelinos estão descobrindo quem é Jesus, não o do Alcorão, mas o da Bíblia. E muitas pessoas se convertem porque encontraram Jesus, aquele que é o caminho, a verdade e a vida.

Uma entrevista conduzida por Camille Westphal Perrier  

Crédito da imagem: Shutterstock / TheRunoman

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.