Sete cristãos coptas mortos no ataque a seu ônibus em peregrinação

Mais uma vez, um terrível ataque aos cristãos coptas no Egito ocorreu na província de Al-Minya.

Vna sexta-feira, 2 de novembro, militantes islâmicos emboscaram dois ônibus que transportavam cristãos que iam a um mosteiro isolado no deserto, ao sul da capital egípcia, Cairo. De acordo com o Ministério do Interior e autoridades de segurança, o ataque deixou 7 mortos e 16 feridos.

O ISIS assumiu a responsabilidade pelo ataque ou por meio de uma mensagem no aplicativo Telegram, do veículo de propaganda jihadista Aamaq.

“Os perpetradores da emboscada para os cristãos na estrada para o mosteiro de São Samuel em Minya são lutadores do Estado Islâmico. "

Um ataque anterior do mesmo tipo contra peregrinos ocorreu em maio de 2017, causando cerca de trinta vítimas.

Com lágrimas nos olhos, o chefe da diocese copta de Minya, Bispo Macarius, falou aos jornalistas de Reuters.

“Há uma mistura de tristeza e dor ... A tristeza que esses dolorosos acontecimentos se repetem, e a dor dos coptas que fazem parte desta pátria e de seu tecido. "

Depois, com o espanto e o luto, as famílias das vítimas deixaram explodir a raiva. Um homem de luto por seus 3 irmãos de 45, 41 e 15 anos de idade disse à AFP.

"Tenho de carregar uma arma para ir orar ou, antes, ficar em casa para não ser morto a caminho da igreja?" "

Desde fevereiro passado, no entanto, a segurança foi intensificada. O exército egípcio e a polícia lançaram uma repressão contra grupos militantes. Mas as medidas continuam insuficientes.

Os coptas representam 10% da população egípcia, ou quase 10 milhões de crentes, o que os torna a maior comunidade cristã do Oriente Médio.

O editorial

Leia também sobre o mesmo assunto:

Egito: sobreviventes do terror do ônibus El-Mynia ressurgem do silêncio

Egito: ataque a coptas mata 29 e fere 25

Saiba mais sobre os dramas vividos pelos coptas em certas regiões do Egito, especialmente no Sinai.

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.