Na semana passada, 110 meninas foram sequestradas pelo Boko Haram na Nigéria

Na segunda-feira, 20 de fevereiro, 110 meninas foram sequestradas pelo Boko Haram. O sequestro ocorreu em uma faculdade para meninas na cidade de Dapachi, no nordeste da Nigéria.

C
Dez meninas estão desaparecidas após um ataque a uma escola por insurgentes do Boko Haram. A informação vem de Agência Reuters que retransmitiu a declaração do Ministério da Informação da Nigéria publicada no domingo, 25 de fevereiro.

"O governo federal confirmou que 110 alunas da Escola Técnica e Científica do Governo em Dapchi, estado de Yobe, estão desaparecidas até agora, depois que insurgentes pertencentes a uma facção do Boko Haram invadiram sua escola na segunda-feira."

O presidente Muhammadu Buhari, 75, ex-líder militar eleito em 2015 depois de prometer esmagar o Boko Haram, chamou o desaparecimento das meninas após o ataque de segunda-feira na cidade de Dapchi, estado de Yobe, "como" desastre nacional ". O exército foi mobilizado para encontrar as meninas.

O grupo islâmico Boko Haram tornou-se infame em 2014, após sequestrar e escravizar 276 estudantes do sexo feminino da cidade de Chibok. O movimento internacional #BringBackOurGirls nasceu então para defender seu lançamento.

Algumas delas ainda estão detidas e aquelas que às vezes voltaram para se tornarem mães, são marginalizados e discriminados em suas aldeias.

Compartilhe este vídeo no Facebook

Ore pelas meninas do ensino médio nas mãos dos ativistas do Boko Haram.

O editorial

Leia também sobre este assunto:

Mesmo quando o Boko Haram destrói suas famílias, os cristãos nigerianos não mudam para o Islã

Na região do Lago Chade, Boko Haram estupra, doutrina e mata

Nigéria: em casa, mulheres sequestradas e estupradas por Boko Haram são marginalizadas

A médica cristã Rebecca Dali foi homenageada por sua dedicação às vítimas do Boko Haram

Níger: Aphodiya, filha de pastor de 17 anos, foi sequestrada por Boko Haram na segunda-feira

Boko Haram: 106 "meninas do ensino médio de Chibock" liberadas puderam voltar à escola

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.