Editorial de Camille de 4 de novembro: Ser Cristão na Ásia

As notícias de hoje nos oferecem um enfoque sobre a situação dos cristãos em três países asiáticos: Índia, China e Mianmar.

Em 17 de outubro, um grupo de mais de 60 cristãos agredidos por multidões de extremistas hindus que os acusou de conversão forçada. De acordo com fontes locais, a polícia que testemunhou esta manifestação de violência, no entanto, prendeu os cristãos em vez de seus agressores.

A Comissão de Liberdade Religiosa da Evangelical Fellowship of India (EFIRLC) documentou pelo menos 32 incidentes desse tipo contra cristãos no estado de Chhattisgarh este ano.

Após uma pesquisa, uma escola primária na província de Shanxi, China, classificou seus alunos em 11 categorias, entre os quais está a fé dos pais. Um denunciante, Wang Renping, denuncia "um atentado ao sigilo, mas também uma humilhação à dignidade dos alunos".

A International Christian Concern relata que "embora este episódio em Shanxi seja um caso isolado, não é novidade que as escolas em toda a China consideram cada vez mais os pais religiosos desfavoráveis".

Em Mianmar, no estado de Chin, uma região predominantemente cristã localizada no noroeste do país, mais de 160 edifícios, incluindo pelo menos duas igrejas foram destruídos neste fim de semana por incêndios causados ​​pela junta militar.

No entanto, essas manifestações de violência não parecem ter como alvo os cristãos especificamente, como Dave Eubank, líder do movimento cristão de serviço humanitário Free Burma Rangers, aponta. Ele acredita que estão mais ligados à resistência do povo ao regime militar.

Notícias que devem nos encorajar a orar pela proteção de nossos irmãos e irmãs cristãos na Ásia. 

Para encerrar este editorial com uma nota positiva e mais leve, descubra a história da atriz e influenciadora britânica Khafi Ekpata que anunciou ontem em sua conta do Instagram para 1,4 milhão de assinantes a doar todos os seus bens por ocasião de seu aniversário.

“O primeiro a chegar é o primeiro a ser servido”, disse o influenciador, que convidou todos os londrinos a enviarem uma mensagem para ela e depois ir buscar o que quisessem de graça, fosse roupas, maquiagem, livros ou móveis. Ela explica que foi no banho, quando agradecia a Deus, que o ouviu dizer: “você só tem que dar tudo”.

Uma palavra que ela decidiu seguir à risca!

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.