O editorial da semana de 29/04/2022 com Camille: Política, liberdade religiosa, Afeganistão, velhice

No editorial da semana com Camille em vídeo descubra os assuntos que animaram a esfera cristã esta semana a partir de artigos publicados no site InfoChrétienne.

Domingo, 24 de abril, Emmanuel Macron foi eleito para um segundo mandato. Poucos dias depois desta eleição, o Conselho Nacional de Evangélicos da França e depois a Federação Protestante da França enviaram-lhe uma mensagem. 

No contexto de uma "sociedade dividida", a CNEF apela ao presidente e ao seu governo para "demonstrarem sabedoria, espírito de unidade, actuando a favor da paz e preservando a liberdade de culto, consciência e expressão de todos". Os protestantes evangélicos também reiteraram seu compromisso de orar pelo país, "durante este mandato e além".

Em uma coluna publicada em La Vie, o presidente da Federação Protestante da França, François Clavairoly, endereça a Emmanuel Macron, as "reflexões" dos protestantes sobre o que esperam "deste mandato em relação à laicidade e ao lugar das religiões no país".

Em particular, recorda neste fórum o significado do termo “laicidade”: um equilíbrio entre o “princípio da neutralidade do Estado em matéria confessional” e o princípio da “liberdade de expressão e culto no espaço público”.

A liberdade religiosa foi destaque nas notícias desta semana. 

Segunda-feira, a Suprema Corte dos Estados Unidos questionou a liberdade religiosa de um treinador de futebol americano expulso da escola por orar em público. Os juízes aparecem divididos sobre o alcance desse direito no ambiente escolar. Espera-se que o tribunal pronuncie sua decisão neste verão.

Ainda nos Estados Unidos, a Comissão de Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF) divulgou seu relatório anual. A presidente da organização, Nadine Maenza, expressou seu desespero com a deterioração da liberdade religiosa em alguns países.

Ela falou em particular sobre o Afeganistão. 

Neste país asiático, o Presidente da Comissão, lamenta a “espiral descendente imediata e desastrosa” em que caíram as condições da liberdade religiosa desde que o Talibã assumiu o poder.

O país também está no topo do Índice Global de Perseguição aos Cristãos 2022 da ONG Portes Ouvertes.

O editorial da semana termina com uma iniciativa inspiradora!

Quinta-feira, 28 de abril, Régis de Pompignan, 80 anos, partiu para 80 dias de caminhada, de Nîmes a Brest. Este voluntário dos Irmãozinhos dos Pobres deseja com este ambicioso projeto conscientizar os franceses sobre a angústia dos nossos mais velhos e mudar a perspectiva da velhice.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.