Revista "Missão": Para onde foram os batizados (católicos)?

O quarto número da revista Missão, criada no ano passado na dinâmica do Congresso Missionário, enfoca os hábitos e o perfil dos católicos batizados na França. Sabendo que 80% dos franceses são batizados e que apenas 3% vão à missa no domingo, a revista missionária se pergunta em particular para onde os outros foram. 

"O Reino é aqui e agora", intitula o quarto número da Revista Missão que está programado para ser lançado no sábado, por ocasião da Congresso Missionário, que acontecerá em Paris de 30 de setembro a 2 de outubro.

Missão é um “mook” de 112 páginas, um híbrido entre a revista e o livro tradicional, criado em setembro de 2021 na dinâmica do evento Congresso Missionário que há oito anos reúne milhares de católicos em torno da evangelização.

No subtítulo da publicação está escrito “Pesquisa e desenvolvimento”. Uma entrada que não é insignificante porque a revisão trimestral também pretende ser um vetor de transmissão de dados em que os missionários podem confiar "para conhecer melhor o campo, conhecer melhor o povo francês a quem eles estão ansiosos para falar sobre [sua] esperança" , como apontou Samuel Pruvot, editor-chefe, durante a apresentação do primeiro número.

Uma pesquisa para entender melhor as expectativas dos batizados

É nesse contexto que a Missão encomendou ao Ifop (Instituto Francês de Opinião Pública) uma pesquisa entre franceses batizados na religião católica para tentar compreendê-los e assim identificar melhor suas expectativas.

“Pedimos ao ifop que questionasse esses 80% dos franceses que receberam o batismo. Quem são eles ? Qual é a sua relação com a Igreja? Quais são seus modos de prática? Se a maioria dos assinantes permanecem ausentes das paróquias, devemos atirar pedras neles? Nossa missão não é entender melhor suas expectativas para antecipá-las? »

A pesquisa com 1.020 pessoas indica uma tendência geral de afastamento da religião. No entanto, revela que 80% dos franceses são batizados, um número que pode surpreender por ser importante, mas que é inflado pelas gerações mais velhas. De fato, apenas 59% dos jovens de 18 a 24 anos passaram pelas águas do batismo.

Dos 80% dos batizados na França, apenas 3% vão à missa no domingo. Por outro lado, observamos que eles são muito mais propensos a acender velas nas igrejas (57%), orar sozinhos, a Deus, à Virgem Maria ou aos santos (39%) ou mesmo ler a Bíblia ou textos espirituais ( 24%).

Também 60% deles dizem que fizeram ou planejam batizar seus filhos. Uma porcentagem que sobe para 86% para os crentes católicos praticantes, para 82% para os católicos crentes não praticantes e que ainda é de 65% para aqueles que se definem como católicos não crentes.

A pesquisa do Ifop também revela que a maioria dos pedidos de batismo de adultos vem de pessoas de 25 a 34 anos. São 92% que receberam o batismo quando eram crianças e 8% de fato o solicitaram quando adultos.

Uma pesquisa que tem o que pensar, como escreve o diretor editorial Samuel Pruvot em seu editorial, e que não deixará de alimentar as discussões que ocorrerão neste fim de semana durante o Congresso Missionário.

“Sim, o Reino está muito próximo. Temos que anunciá-lo a tempo e fora do tempo, como fizeram os primeiros discípulos. »

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.