Prorrogação do prazo para aborto: projeto retorna à Assembleia Nacional em segunda leitura

O projeto de lei para estender o período do aborto de 12 para 14 semanas será analisado em segunda leitura pela Assembleia Nacional a partir de hoje, segunda-feira, 29 de novembro, e durante toda a semana.

Os deputados vão examinador esta segunda-feira em segunda leitura um projeto de lei apresentado pela deputada Albane Gaillot que pretende fortalecer o direito ao aborto. O texto propõe a ampliação do período de acesso ao aborto em 15 dias e a retirada da cláusula de consciência específica que permite aos médicos se recusarem a praticar esse ato médico.

Adotado em primeira leitura pelos deputados em 8 de outubro de 2020, o projeto de lei foi então rejeitado pelo Senado em janeiro. Enquanto era para ser considerado novamente pelos deputados em 18 fevereiro 2021, foi finalmente retirado da ordem do dia depois de mais de 400 alterações apresentadas pelo grupo Les Républicains.

O texto parecia condenado ao fracasso, especialmente depoisEmmanuel Macron disse em julho passado na revista Elle não ser "a favor". O presidente havia de fato declarado que esta intervenção realizada às 14 semanas deve ser "mais traumática" para as mulheres nestes tempos.

Ainda em outubro, Christophe Castaner, anunciou que vai voltar a colocar o projecto de lei na ordem do dia da Assembleia Nacional, prometendo que o texto "desta vez pode ter sucesso". A pedido de BFMTV Domingo, o presidente do grupo LREM, afirmou que o seu objetivo é “fazer com que assumamos os direitos reais de cada mulher que precisa de fazer um aborto”.

Se algum, goste Albane Gaillot, veja neste projeto de lei “um texto de progresso”, outros denunciar um ataque à vida.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.