# Place2Worship: 9 cristãos libertados sob fiança no Irã

Os nove cristãos iranianos deixaram as prisões de Anzalii e Evin em 9 e 30 de dezembro após serem libertados sob fiança após uma decisão da Suprema Corte.

Babak Hosseinzadeh, este cristão iraniano cujo comovente reunião com sua filha incomodou a comunidade internacional, foi libertado sob fiança, como oito outros cristãos iranianos, após uma decisão da Suprema Corte.

Abdolreza Ali Haghnejad foi libertado da prisão de Anzalii em 30 de dezembro. Shahrooz Eslamdoust, Mehdi Khatibi, Babak Hosseinzadeh, Hossein Kadivar, Mohammad Vafadar, Behnam Akhlaghi, Khalil Dehghanpour e Kamal Naamanian deixaram o Prisão evin O próximo dia. Todos foram condenados a 5 anos de prisão após buscas realizadas em suas casas e igrejas domésticas em janeiro e fevereiro de 2019.

Os juízes da Suprema Corte afirmaram que "apenas pregar o cristianismo e promover a 'seita sionista evangélica', o que aparentemente significa espalhar o cristianismo por meio de reuniões familiares [igrejas domésticas], não é uma manifestação de mobilização e conluio para perturbar a segurança do país, seja dentro de ou fora ”.

Na origem desta decisão, segundo a organização Artigo 18, a denúncia feita por várias organizações sob o # Place2Worship. Eles co-assinaram uma carta endereçada a Michelle Bachelet, Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, denunciando o fato de que os cristãos iranianos que falam persa não têm local de culto.

Mas enquanto nove cristãos são libertados sob fiança, um cristão Rokhsareh Ghanbari acaba de ser preso por "propaganda contra o regime iraniano". Ela teme ser presa e deixar seu marido idoso e frágil sozinho. Em 2019, quando foi condenada a um ano de detenção pela mesma acusação, disse "Fui presa pelo crime de acreditar em Jesus".

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.