Enquete: um em cada dois franceses se considera em uma busca espiritual

Ifop (Instituto Francês de Opinião Pública) conduziu uma pesquisa sobre a fé dos franceses por ocasião do lançamento de Revista mission. Uma pesquisa em duas partes que se concentra primeiro na reflexão espiritual dos franceses e, em seguida, na relação que os missionários católicos têm com sua fé. 

A primeira edição de Missão, a revista Mission Congress, uma feira nacional de evangelismo realizada anualmente nos últimos sete anos, estará disponível no final de setembro. Por ocasião de seu lançamento, Ifop realizou uma pesquisa sobre os franceses e a fé.

Esta pesquisa revela que quase um em cada dois franceses (49%) se pergunta sobre o significado da vida e está pronto para dizer que está em uma busca espiritual. Um número que sobe para 58% para os menores de 35 anos e chega a 60% para os de 25 a 34 anos.

Jérôme Fourquet, diretor do departamento de “estratégias de opinião e negócios” do Ifop, acredita que isso se deve ao “declínio da prática religiosa católica na França”. Um colapso que hoje deixa um vazio e explica o fato de quase metade da população francesa estar em busca de sentido ou na pesquisa espiritual. “Há competição para se dirigir a este vasto público”, sublinha o cientista político, que considera que “a Igreja não é necessariamente o primeiro endereço em que se pensa nem a primeira porta em que se bate”.

Entre as outras figuras para lembrar, 53% das pessoas questionadas declararam já ter feito um intercâmbio sobre a fé cristã com uma pessoa que acredita que Jesus ressuscitou. Isso diz respeito a 58% dos católicos questionados, sejam eles praticantes, pouco praticantes ou não praticantes, 92% dos protestantes, 60% dos muçulmanos e 48% dos ateus.

29% dos franceses estariam dispostos a encontrar cristãos em quem pudessem confiar e que orariam por eles. Um número que sobe para 77% para católicos praticantes regulares e para protestantes. Entre os muçulmanos, 32% estariam prontos para dar esse passo, contra apenas 6% dos ateus.

A relação dos missionários católicos com sua fé

Em sua segunda parte, a pesquisa Ifop analisa as práticas dos missionários católicos, um arquivo de 1 pessoas a quem tiveram acesso graças ao Congresso Missionário. O perfil dos entrevistados é bastante jovem com 310% de 60-18 anos, bastante educado com 49% dos diplomados do ensino superior, e bastante parisiense com 71% dos entrevistados que vivem em Ile de France.

Eles também são católicos praticantes, já que mais da metade deles (53%) afirma ir às missas durante a semana, além da missa dominical, e 60% afirmam fazer sistematicamente um tempo de oração pessoal por dia.

Entre eles, 39% dizem que anunciam Cristo aos não crentes com a maior freqüência possível, 56% ocasionalmente e 5% nunca. 35% deles responderam que não achavam embaraçoso anunciar Cristo a quem não compartilha sua fé, enquanto 63% dos missionários são mais reservados e acham que depende das circunstâncias.

Quase todos os missionários questionados (99%) dizem que estão prontos para proclamar explicitamente Cristo às pessoas que estão iniciando um processo com a Igreja, e 94% aos seus familiares. 83% dizem que estão prontos para anunciá-lo aos doentes, SFD ou prisioneiros. Por outro lado, apenas 44% se sentem prontos para compartilhar o Evangelho indo de porta em porta.

Camille Westphal Perrier

Crédito da imagem: Takashi Images / Shutterstock.com

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.