Brasil: um pastor eleito prefeito do Rio

Foi em um contexto de corrupção, e após a derrota histórica do Partido dos Trabalhadores, que ocorreu o segundo turno das eleições municipais no Brasil para 2 milhões de eleitores.

A
Rio, é Marcello Crivella, 59, deputado do Partido Republicano Brasileiro e pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (EURD), que conquistou por 59,37% dos votos contra Marcelo Freixo, deputado de extrema esquerda (Partido Socialismo e Liberdade) )

Essa figura polêmica, pelo que ele chama de lamentáveis ​​erros juvenis, era a favorita nas pesquisas. Ele promete tolerância zero contra a inadimplência.

Em seu discurso de vitória, ele afirma:

“Temos quatro anos para construir o Rio de Janeiro dos nossos sonhos. […] Não cairemos na armadilha da vingança. [...] eu penso em Deus. Eu represento a esperança de quem luta e a fé de quem nunca desiste. "

Essa vitória lembra o surgimento do pentecostalismo no Brasil. André Corten, professor de ciências políticas e sociais da Universidade de Louvain, observa que “o crescimento dos evangélicos é espetacular. Todo censo mostra um aumento ”.

O editorial

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.