Pascal Portoukalian / O filme "La cabane" já está disponível em DVD

Hoje,  "La Cabane" lançado em DVD, 9 anos após o sucesso inesperado do livro (mais de 10 milhões de cópias vendidas!).

Luando eu li, eu ainda não sabia que um filme estava sendo preparado, muito menos que Paulo e Zípora iria distribuí-lo. Raro o suficiente para ser notado: tanto os livros quanto os filmes são totalmente acessíveis ao público cristão e não cristão. Posso abrir meu coração para você? “La Cabane” me surpreendeu. Compreendi coisas que nunca tinha visto desse ângulo.

1 - O que é a Trindade?

“La Cabane” me ajudou a entender melhor a Trindade. Muitas pessoas ao meu redor - e entre elas, muitos cristãos - acham difícil entender o que é esse "conceito" de 3 pessoas que são Deus, mas que não são exatamente iguais. Deus Pai, Jesus Cristo, o Espírito Santo. “La Cabane” não apresenta uma doutrina, mas permite, com simplicidade e clareza, visualizar mais claramente a realidade da Trindade: 3 pessoas diferentes, com uma identidade comum mas atributos diferentes. Qual é a autoridade do Pai sobre Jesus? Como o Espírito Santo vive junto com outras pessoas? ...

2 - A relação Deus - Homem

O filme também coloca palavras sobre a natureza da relação do Homem com Deus, com cada uma das pessoas que constituem Deus, e entre as 3 pessoas da Trindade. O que podemos esperar de Deus? E o que ele espera de nós? Como o amor incondicional de Deus se manifesta na liberdade que ele deixa aos humanos? Essas questões legítimas e essenciais, sem dúvida, encontram respostas neste filme. A questão dos "relacionamentos" está no cerne deste trabalho, que fornece as chaves para compreendê-la e abordá-la.

3 - Nossas representações de Deus

Por falar em abordagem, fiquei tocado pela maneira como minhas abordagens, minhas representações, podiam ser estimuladas. Como muitos acho, se tenho que imaginar Deus, vou imaginá-lo de acordo com minhas referências culturais, como um homem branco. "La Cabane" nos coloca frente a frente com um Deus representado sob a forma de uma mulher negra. Claro que Deus não é uma mulher negra. Mas pensando bem, ele também não é um homem branco. Quando ele é chamado de “Pai”, isso não o torna um homem. A maneira como Deus é representado não é de forma alguma o objetivo ou o ponto importante do filme. E é disso que gosto: ser empurrado na minha abordagem, sair das representações fáceis. E admitir que o que faz o coração da identidade de Deus não é que alguém o imagine assim ou daquilo, mas que o conheça em seu caráter compassivo, emocional, misericordioso, voluntarioso. De paz, e claro: salvador ...

Deus, como é apresentado em “La Cabane”, é um Deus que queremos amar, um Deus com quem queremos partilhar, em quem queremos confiar. Tem todos os atributos do "Pai" que a Bíblia nos expõe, mas sua representação põe precisamente o dedo no que 2000 anos de história cristã acrescentaram, até distorceram. Porque Deus, precisamente, tem à sua disposição uma infinidade de maneiras de se revelar, de se manifestar. Ele não pode ficar preso a uma única concepção “única” dele: nós o vemos agir em lugares, culturas e de maneiras tão diferentes! É também uma das suas formas de mostrar a sua grandeza: ultrapassando os nossos referenciais, os nossos limites… aceitando entrar neles, através de Jesus.

4 - Um filme que você pode assistir com o coração

Há algo de desconcertante em “La Cabane”, e quem está à espera de um filme (ou livro) teológico ou doutrinal pode não achá-lo útil. Eu li que “La Cabane” não é bíblico e está correto. É um romance, uma ficção. E esse romance que virou filme não tem a intenção de substituir a Bíblia. Isso me lembra de uma época, alguns anos atrás, quando eu estava falando sobre um CD de canções infantis cristãs que apresentava dois coelhos. Um interlocutor respondeu secamente "O que você está me dizendo?" Coelhos no Evangelho? Onde você andou pescando isso? " Assim é com "La Cabane". É um filme para ser visto com o coração.

5 - Provas e perdão

Também trata de perguntas que cristãos e não cristãos se colocam, em particular sobre o tema das provações que estamos passando: doenças, luto, dor ... Por que sofrer? Se Deus existe, por que ele permite isso? Ele fornece as chaves para a compreensão da mecânica do perdão: o que realmente é, como e por que perdoar. E, em particular, convida, através do exemplo concreto da protagonista do filme, a ousar perdoar e libertar-nos da espiral em que a dor e a injustiça podem nos aprisionar.

Você teria entendido isso. Quando soube que “La Cabane” estava sendo lançado em filme, tive muita dificuldade em conter minha alegria. Porque estou convencido do bem que poderá fazer a todos os seus espectadores, cristãos ou não, no respeito pelas pessoas e pelas sensibilidades. Com sinceridade, não tenho dificuldade em afirmar que considero “La Cabane” o filme do ano.

Para pedir o DVD por favor clique aqui.

Pascal Portoukalian
www.paul-sephora.com/magazine/

As opiniões e posições de contribuidoresInfo Chrétienne não comprometer ou representar a escrita ou linha editorial deInfo Chrétienne. Info Chrétienne apoia a liberdade de expressão, consciência e opinião.

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.