Padres ortodoxos de Amsterdã deixam o Patriarcado de Moscou

O clero da paróquia ortodoxa russa em Amsterdã disse no sábado que estava deixando a igreja ortodoxa sediada em Moscou porque se sentia pressionado pelo Kremlin por causa da guerra na Ucrânia.

“O clero anunciou por unanimidade que não é mais possível que eles funcionem dentro do Patriarcado de Moscou e forneçam um clima espiritualmente seguro para nossos fiéis”, disse a Igreja em comunicado.

É “com o coração pesado” que quatro sacerdotes e o diácono da paróquia de São Nicolau de Myre dão as costas à Igreja Ortodoxa em Moscou. Eles querem se juntar ao Patriarcado de Constantinopla.

Esta igreja de Amsterdã havia indicado recentemente que não mencionaria mais durante as liturgias o nome do Patriarca Kirill, chefe da poderosa Igreja Ortodoxa Russa desde 2009, por causa das declarações deste último sobre o conflito na Ucrânia.

O Patriarca Kirill justificou, em um sermão muito político em 27 de fevereiro, a intervenção na Ucrânia, vendo-a como uma guerra contra as “forças do mal” que “lutam contra a unidade histórica” entre os dois países.

A medida rendeu à igreja de Amsterdã uma “visita não anunciada” durante uma missa do arcebispo ortodoxo russo Elisey na Holanda, dizendo que Moscou estava observando o clero de perto.

O clero disse que se sentiu pressionado “tanto pelo bispo quanto pelo estado russo a reverter (sua) posição”.

Na Ucrânia, a ofensiva militar russa está reorganizando as cartas dentro da Ortodoxia em benefício da Igreja independente da Ucrânia, enquanto a Igreja Ortodoxa sob Moscou está perdendo sua influência.

As repercussões também já são notadas na Europa Ocidental. Com sede em Paris, o Metropolita João de Dubna, à frente de cerca de sessenta paróquias de tradição russa na Europa Ocidental, expressou seu apoio a todo o povo ucraniano e às igrejas ortodoxas ucranianas, pedindo a seu superior, o Patriarca de Moscou Kirill, que intervenha para acabar com o conflito.

A equipe editorial (com AFP)

Crédito de imagem: Shutterstock / Mircea Moira

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.