O presidente moçambicano exorta os militantes islâmicos do norte do país à capitulação.

O Presidente Filipe Nyusi dirigiu-se a activistas islâmicos no Dia da Paz e da Reconciliação Nacional em Moçambique.

“Renda-se, você não tem para onde ir ... você corre de floresta em floresta, perseguido sem parar. "

É com estas palavras que o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, se dirigiu aos militantes islâmicos presentes no norte do país na segunda-feira, dia 27 de setembro.

As forças aliadas de Ruanda e Moçambique empurraram os militantes e recapturaram várias cidades que estavam nas mãos de jihadistas, incluindo a cidade de Mocímboa da Praia. As forças de segurança também alegaram ter destruído bases insurgentes, de acordo com oAgência Reuters.

Mas'Agenzia Fides expressa a preocupação das populações com o retorno às suas aldeias. O padre Fonseca Kwiriwi, responsável pela comunicação na diocese de Pemba, testemunha este receio e recorda que “as pequenas aldeias são vítimas de repetidas emboscadas”.

“Em geral, a situação em Cabo Delgado e nas áreas libertadas é calma. Mas, infelizmente, os ataques não acabaram, eles continuam especialmente em pequenas aldeias, em áreas escassamente povoadas. As pequenas aldeias são vítimas de repetidas emboscadas e as pessoas ainda vivem com medo. "

Recentemente, ele visitou Mocímboa da Praia e partes da região de Mbaú. Ele afirma que as populações não podem ir para lá no momento.

“Essas duas áreas em particular ainda são consideradas de difícil acesso e apenas os militares podem entrar nelas. Ainda é impossível voltar e morar lá. Estamos falando de uma área de mata cerrada que, por enquanto, não pode ser considerada livre e pronta para receber a população. "

O religioso termina a sua observação recordando o papel desempenhado pela Igreja no seio deste conflito que provocou uma vasta crise humanitária.

“Estamos entre o povo e colaboramos com várias organizações humanitárias internacionais para a subsistência do povo e a conquista da paz. "

MC

Crédito da imagem: Creative Commons / Wikimedia

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.