O missionário tcheco Petr Jašek preso no Sudão é grátis!

O humanitário cristão tcheco Petr Jašek, condenado no Sudão a 23 anos e 6 meses de prisão pelo tribunal de Juba, foi libertado em 26 de fevereiro de 2017.

Petr Jašek, 53, estava detido no Sudão desde dezembro de 2015, ele acaba de ser perdoado e libertado pelo presidente Omar Bashir, na sequência da visita ao Sudão do Ministro dos Negócios Estrangeiros checo Lubomir Zaoralek com o objectivo de assegurar a sua libertação. O ministro das Relações Exteriores do Sudão, Ibrahim Ghangour, deu a notícia.

Petr Jašek, pertence à Igreja Protestante Tcheca, Cirkev Bratrska. Ele tinha viajado para o Sudão para fornecer ajuda médica à minoria cristã. Ele havia sido preso em dezembro e condenado em janeiro passado por um tribunal sudanês por "infiltração no país sem visto, espionagem, obtenção de imagens em zonas militares e incitação ao ódio entre comunidades". De acordo com Lançamento Internacional, sua prisão ocorreu depois que ele forneceu tratamento médico a um estudante de Darfur que sofreu queimaduras graves durante uma manifestação.

O pastor Hassan Kodi Taour e o estudante Abdulmonem Addumawla também foram condenados a 12 anos de prisão por cumplicidade.

Joel Edwards, consultor estratégico da Solidariedade Cristã no Mundo (CSW), em seguida, denunciou as sentenças julgadas infundadas nestes termos:

“O Sr. Jašek, o reverendo Abduraheem e o Sr. Abdumawla não são espiões. Eles foram simplesmente levados por compaixão à fonte de financiamento para o tratamento médico de um homem cujas lesões são tão graves que ele precisa de atenção médica contínua (...). Pedimos que o veredicto seja anulado e a libertação imediata desses três homens. Além disso, instamos as autoridades sudanesas a reexaminar os amplos poderes exercidos pelo NISS e a acabar com o combate às minorias étnicas e religiosas. ”

Após o julgamento, uma mobilização de parentes de Petr tornou esta história conhecida, e mais de 400 pessoas assinaram a petição exigindo sua libertação. Vários movimentos de oração surgiram para obter a libertação de Petr e seus amigos sudaneses. Os Intercessores de Oração de Um Dia também foram mobilizados em oração no dia 3 de fevereiro, em favor da libertação dos 3 homens.

Por enquanto, não temos notícias do pastor Hassan Kodi Taour e do estudante Abdulmonem Addumawla.

Ore por sua libertação.

O editorial

Imagem: CBN

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.