O funeral dos irmãos Bogdanoff, autores de "Deus e ciência", celebrado esta segunda-feira

Uma missa em homenagem aos irmãos Bogdanoff, Igor e Grichka, falecidos com seis dias de diferença, será celebrada esta segunda-feira, às 15h, na igreja da Madeleine, em Paris. Segundo seu agente, os famosos gêmeos que haviam publicado em 1991 um livro intitulado "Deus e ciência", "eram habitados pela certeza de que Deus existe".

Igor Bogdanoff morreu na segunda-feira, 3 de janeiro, aos 72 anos, menos de uma semana depois de seu irmão Grichka, que morreu em 28 de dezembro.

As gêmeas que foram estrelas de televisão dos anos 80 por terem lançado a primeira série de ficção científica na França, no TF1, ambas foram varridas pela Covid.

Uma missa em sua homenagem será celebrada esta segunda-feira, às 15h, na Igreja da Madeleine, em Paris.

"O enterro deles acontecerá em estrita privacidade", dizia o pequeno texto enviado à AFP pelo agente dos gêmeos.

De acordo com Amélie de Bourbon-Parme, ex-mulher de Igor Bogdanoff, "eles adoeceram poucos dias antes de sua internação em 15 de dezembro".

A ex-mulher de Igor Bogdanoff, com quem teve dois filhos, confirmou que os dois irmãos não foram vacinados.

“Eles não fizeram disso um assunto político. Eles não estavam evangelizando ninguém. Foi uma decisão pessoal ligada à sua fobia de médicos e drogas. Há uma ligação com o tema da morte que era tabu para eles e que os fascinava. Eles não queriam olhar para a morte e não queriam nenhuma ligação com ela, preferindo esquecê-la”, explicou.

“Eles eram fascinados pela ciência e pelas descobertas. Nunca estamos perto de uma contradição…”, estimou a Sra. de Bourbon-Parme.

Cientistas que acreditavam na existência de Deus

Os dois irmãos certamente eram fascinados pela ciência, mas parece que também eram fascinados por Deus, como evidencia a publicação em 1991 do livro "Deus e ciência" (ed. Grasset), escrito com o acadêmico Jean Guitton. Eles também contribuíram para a escrita do livro de Michel-Yves Bolloré e Olivier Bonnassies, "Deus, ciência, evidência" publicado em outubro de 2021.

De acordo com as palavras de seu agente, Damien Nougarède, relatado por RCF, os gêmeos “eram habitados pela certeza de que Deus existe”.

"Eles constantemente citavam esta frase de Einstein: 'Todos aqueles que estão seriamente envolvidos na ciência vão entender que um Espírito se manifesta nas leis do universo, um Espírito imensamente superior ao homem se manifesta nelas. leis do universo' . "

Camille Westphal Perrier (com AFP)

Crédito da imagem: Shutterstock / Denis Makarenko

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.