O corpo deste cristão decapitado pelo Estado Islâmico há 5 anos agora está ao lado de mártires egípcios

Quando o jihadista lhe perguntou: “você rejeita Cristo”, ele disse, olhando para os cristãos ao seu lado, “o Deus deles é o meu Deus”. Então ele foi decapitado.

Em 2015, essas imagens horrorizaram o mundo. Os jihadistas do Estado Islâmico, todos armados com uma faca, haviam filmado oexecução de 21 cristãos em uma praia da Líbia. As vítimas, ajoelhadas em roupas laranja, foram massacradas e decapitadas por se recusarem a negar sua fé em Jesus.

Ajoelhado nesta praia, ameaçado pelos militantes do Estado Islâmico, Mateus Aryga, um cristão ganense, manteve sua fé em Jesus. Quando o jihadista lhe perguntou: “você rejeita Cristo”, ele disse, olhando para os cristãos ao seu lado, “o Deus deles é o meu Deus”. Então ele foi decapitado.

Os corpos de 20 das vítimas foram transportados de volta para sua terra natal. Mas não de Matthew. Em setembro passado, 5 anos após esta tragédia, os cristãos egípcios finalmente puderam recolher seu corpo.

Uma mãe, cujos dois filhos foram mortos ao lado de Mateus, exclamou: "Nossa alegria agora está completa."

MC
Fonte: Fundo Barnabas

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.