O assassinato brutal de um pastor na Índia na frente de sua nora traumatizada causa terror entre os cristãos

“Eu tive que vê-lo ser morto. Eu me senti totalmente impotente. Toda vez que penso no que aconteceu, fico cheio de tristeza e dor. Este ataque foi premeditado e causou medo entre todos os cristãos locais. »

O pastor de Yalam, Timothy Shankar, foi brutalmente assassinado em 17 de março de 2022 por volta das 20h30, em Chhattisgarh, na Índia. A nora, que presenciou a tragédia, está traumatizada. Ela testemunha a Associação Cristã Asiática Britânica.

Naquele dia, seis homens foram à sua casa e o forçaram a sair de casa. Uma vez do lado de fora, eles o insultaram, o censuraram por sua fé cristã e o espancaram. Os assaltantes então amarraram seus braços atrás das costas, obrigaram-no a se ajoelhar e o mataram com duas balas no peito.

Este ataque ocorreu na frente de testemunhas, que fugiram da violência do local.

Os assaltantes fugiram, mas um deles voltou ao local. Querendo ter certeza de que o pastor estava morto, ele esfaqueou seu cadáver.

Sua nora inconsolável explica que Yalam Shankar não fez nada de errado, mas que seu ministério evangelístico desagradou aos extremistas hindus locais.

“Eu tive que vê-lo ser morto. Eu me senti totalmente impotente. Toda vez que penso no que aconteceu, fico cheio de tristeza e dor. Este ataque foi premeditado e causou medo entre todos os cristãos locais. »

Mais de 1000 pessoas compareceram ao funeral do pastor Shankar em 18 de março.

A nora do pastor lamenta o fato de a polícia local não ter pistas e os assassinos provavelmente escaparão da justiça.

a organização Preocupação Cristã Internacional denuncia que "a normalização da hostilidade social contra as minorias religiosas" é "um fator crítico no declínio da liberdade religiosa na Índia".

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.