Novo estudo revela incrível impacto da tecnologia digital no evangelismo

“Com o uso onipresente de mídias sociais e dispositivos móveis, a maneira como nos comunicamos evoluiu e, inevitavelmente, a maneira como falamos sobre fé também. "

Lintrodução deste novo estudo do grupo Barna encomendado pelo Lutheran Hour Ministries, e realizado em uma população de adultos americanos, não deixa espaço para dúvidas quanto às conclusões gerais. O digital, as redes sociais e a web mudaram nossos hábitos e nasceu uma nova forma de compartilhar a fé.

Aqui estão algumas estatísticas impressionantes que emergiram deste estudo.

  • 28% Os cristãos compartilham sua fé por meio das redes sociais.
  • 30% dos cristãos acreditam que têm tanta probabilidade de compartilhar sua fé nas redes sociais quanto o fazem pessoalmente. Mas 12% admitem preferir compartilhar sua fé nas redes.
  • 58% dos não-cristãos entrevistados disseram que alguém compartilhou sua fé com eles por meio do Facebook. E 14% por meio de outra rede social.
  • 31% de cristãos usariam um meio digital para compartilhar sua fé com um não cristão (e-mail, links, vídeos, Facebook ...).
  • 47% dos cristãos concordam que “a tecnologia e as interações digitais mudaram a forma como os outros respondem quando compartilho minha fé”.
  • 44% dos cristãos acreditam que a tecnologia e as interações digitais mudaram a maneira como eles compartilham sua fé.

E é assim Cristãos que usam a tecnologia digital para evangelizar ou falar sobre sua fé em Jesus:

88% dos cristãos que falam sobre sua fé na web o fazem por meio de mensagens pessoais. 86% encaminhando mensagens de outras pessoas, 85% comentando em postagens, 58% por meio de informações de perfil e 34% por meio de foto de perfil.

O editorial

Os dados para este estudo foram coletados principalmente de 1714 adultos americanos, incluindo 689 cristãos.

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.