Na região de Paris, um em cada dez alunos do ensino médio já fez um aborto, de acordo com um relatório

A pesquisa realizada pela seguradora de saúde estudantil SMEREP com estudantes acaba de ser divulgada em um relatório, por ocasião do Dia Mundial da Contracepção. Ele revela números alarmantes sobre as práticas anticoncepcionais implementadas por jovens franceses.

On descobriram no relatório que 42% dos estudantes que fizeram sexo e mais de 20% das meninas do ensino médio já recorreram à anticoncepção de emergência, comumente conhecida como “pílula do dia seguinte”. Em relação ao aborto, aprendemos que 6% das meninas do ensino médio já praticaram a interrupção voluntária da gravidez, duas vezes para algumas. Na Île de France, esse número chegaria até a 10%.

Pierre Faivre, administrador responsável pela prevenção do SMEREP declarou:

“O SMEREP deseja alertar sobre estas situações vividas por mulheres jovens e sobre as consequências psicológicas por vezes graves que podem sofrer durante a prática de uma intervenção voluntária na gravidez. "

O editorial

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.