Na Nigéria, cristãos protestam contra a crescente insegurança

“Desde 2016 até hoje, mais de 600 cristãos foram mortos e 24 pessoas foram deslocadas sem qualquer ajuda do governo. Nenhum terrorista Fulani foi preso e nenhuma ajuda humanitária foi dada aos cristãos perseguidos. »

Em 6 de abril, cerca de XNUMX manifestantes saíram às ruas em Jos, capital do estado de Plateau na Nigéria, para exigir justiça para os cristãos perseguidos. Entre os manifestantes estavam principalmente cristãos e líderes de grupos étnicos.

Preocupação Cristã Internacional conseguiu chegar lá. A organização recolheu as palavras do organizador da manifestação.

“Desde 2016 até hoje, mais de 600 cristãos foram mortos e 24 pessoas foram deslocadas sem qualquer ajuda do governo. Nenhum terrorista Fulani foi preso e nenhuma ajuda humanitária foi dada aos cristãos perseguidos. »

No local, carregando cartazes pedindo justiça e o fim dos massacres e perseguições aos cristãos, os manifestantes denunciam os assassinatos, os incêndios, o saque de plantações, e isso com total impunidade.

É o caso de Samson Rivi, que afirma que sua comunidade foi atacada enquanto o exército nigeriano está a um quilômetro de sua aldeia.

“O Exército nigeriano falhou inúmeras vezes incapaz de proteger vidas e propriedades dentro de sua jurisdição, pois as comunidades não estão a mais de uma milha da 3ª Divisão Blindada, que tem duas ou mais brigadas e vários batalhões especializados e tem entre 7 e 000 homens. Somos continuamente devastados pela milícia Fulani diariamente sem nenhuma prisão desses criminosos. »

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.