“Não será o nosso último Natal”: um filme para descobrir em família no cinema

Esse ano Distribuição Saje oferece a você seu primeiro filme de Natal para descobrir com sua família, com seus filhos e netos. O filme "Este não será o nosso último Natal" foi lançado ontem, quarta-feira, 23 de novembro e convida você a relaxar.

"Não será nosso último Natal" conta a história de um casal e seus três filhos, que vão passar a noite de Natal na casa da família, acompanhados da avó. No entanto, os filhos descobrem que seus pais tomaram a decisão de se divorciar e dão a notícia a eles após as férias. Mas não importa, nossos três jovens heróis decidem fazer justiça com as próprias mãos, trancando seus pais em casa, até que se reconciliem.

Por meio de diversas canções, o espectador é convidado a se colocar no lugar de cada personagem para tentar entender seu ponto de vista e seus sentimentos. Jovens e velhos têm um lugar importante nesta família que tenta juntar as peças. Enquanto ri das desventuras que acontecem aos pais, o diretor Juan Manuel Cotelo consegue abordar um assunto difícil, a questão do divórcio parental e da desagregação das famílias.

Esta comédia musical e familiar vai conseguir comover e fazer sorrir miúdos e graúdos, que se deixarão levar ao ritmo das melodias, e das aventuras.

Conheça abaixo as reações dos espectadores que descobriram o filme em prévia:

Uma longa-metragem recomendada a partir dos 6 anos que se presta perfeitamente à organização de um filme familiar ou debate cinematográfico. Também está disponível em sua versão original, já que é um filme espanhol que foi traduzido para o francês. A artista Prénom Marlène (que você deve ter visto recentemente no KTO?), empresta sua voz a um dos personagens do filme.

No vídeo abaixo, ela nos conta sobre esse musical natalino:

Então, vá ao cinema descobrir este filme e viva la familia!

Marie-Laure Liller

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.