Morte de um padre copta, esfaqueado na rua no Egito

“Embora muitos detalhes do incidente permaneçam obscuros, ele destaca a vulnerabilidade que muitos cristãos egípcios enfrentam, especialmente durante os feriados religiosos do Ramadã e da Páscoa. »

Sexta-feira, em Alexandria, no Egito, o padre copta da igreja de Adra foi assassinado no meio da rua por um "velho" armado com uma faca. Ele morreu ao ser socorrido para ser levado ao hospital.

Le Ministério do Interior disse em um comunicado na sexta-feira que "foi preso por agredir um clérigo cristão enquanto caminhava na cornija de Alexandria" e esclareceu que "medidas legais foram tomadas".

Para Jeff King, presidente daPreocupação Cristã Internacional, “embora muitos detalhes do incidente permaneçam obscuros, ele destaca a vulnerabilidade que muitos cristãos egípcios enfrentam, especialmente durante os feriados religiosos do Ramadã e da Páscoa”.

“É normal que os cristãos enfrentem uma perseguição crescente durante essas temporadas, e tal incidente pode inspirar novos atos de extremismo. Infelizmente, no contexto egípcio, é comum que o perpetrador seja acusado de ter uma doença mental em vez de abordar as motivações extremistas subjacentes. Essa tendência não é apenas um desserviço à genuína liberdade religiosa, mas também aumenta a marginalização das pessoas com deficiências genuínas. »

Reagindo ao assassinato, Ishak Ibrahim, jornalista e pesquisador da Iniciativa Egípcia pelos Direitos Humanos, lamentou no Facebook que "as raízes da discriminação e do extremismo ainda existem e estão escondidas".

“Apesar do declínio nas tensões e ataques sectários nos últimos anos… as raízes da discriminação e do extremismo ainda existem e estão escondidas, esperando uma oportunidade para se revelarem. »

Le Sheikh Ahmad al-Tayyeb, que dirige a Al-Azhar no Egito, a mais alta instituição do islamismo sunita no mundo muçulmano, condenou o ataque a esse padre. Para ele, tais atos “podem desencadear guerras religiosas”. Ele acrescentou que "o homicídio é um grande pecado que incorre na ira de Deus e é punível no futuro".

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.