Ministério cristão planeja alcançar 3 milhões de pessoas com o evangelho durante a Copa do Mundo 2018 na Rússia

A Copa do Mundo FIFA 2018 começa na Rússia em alguns dias e vai até 15 de julho. Uma grande oportunidade para a Igreja Russa acompanhada pelo ministério americano Missão da Eurásia, para alcançar o maior número possível de pessoas com a mensagem do Evangelho.

Mission Eurasia espera alcançar 3 milhões de fãs de futebol com o Evangelho de Jesus Cristo durante este mês de festividades. Para fazer isso, os voluntários trabalharão com igrejas em toda a Rússia para distribuir aproximadamente 600 cópias ou partes da Bíblia em todo o mundo, incluindo 000 edições especiais do Novo Testamento em russo. Os jovens cristãos russos desempenharão um papel fundamental.

“Queremos que esses jovens líderes que treinamos sejam cheios de energia, cheios de entusiasmo, compartilhando sua fé, compartilhando as Escrituras com as pessoas da comunidade. "

250 igrejas russas irão, portanto, hospedar as transmissões ao vivo na tela grande, na esperança de criar oportunidades para compartilhar o Evangelho com muitas pessoas que não teriam entrado em uma igreja em outro contexto.

Na Rússia, desde a aprovação da Lei Yarovaya em 2016, tornou-se impossível compartilhar a fé fora dos muros de uma igreja. É o que explica Sergey Rakhuba, entrevistado por CBN.

“É por isso que essa estratégia de Copa do Mundo foi colocada em prática. Para que as pessoas sejam convidadas às igrejas oficiais e cadastradas, onde serão transmitidos os jogos e onde ocorrerão as atividades de conscientização. Para que possamos compartilhar o Evangelho com eles. "

Ele chama os cristãos ao redor do mundo para orar por esse esforço evangelístico.

“É importante, e eu amo que os crentes evangélicos de todo o mundo orem pela Igreja Nacional na Rússia. "

HL

Crédito da imagem: fifg / Shutterstock.com

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.