Mais de 280 padres ortodoxos russos pedem reconciliação e cessar-fogo imediato

“Apelamos a todas as partes em conflito ao diálogo, porque não há outra alternativa à violência. Somente a capacidade de ouvir o outro pode dar esperança de uma saída do abismo em que nossos países foram lançados em poucos dias. »

“Não há outro caminho senão o perdão e a reconciliação mútua”, dizem os bispos ortodoxos russos em uma carta aberta.

Uma carta aberta foi assinado por 284 sacerdotes ortodoxos russos. Desde as primeiras palavras, ela pede reconciliação e um cessar-fogo imediato, lembrando que "o Juízo Final espera cada pessoa".

“Lamentamos a provação que nossos irmãos e irmãs na Ucrânia sofreram injustamente”, dizem os sacerdotes. Lembrando que “a vida de cada pessoa é um dom inestimável e único de Deus”, eles pedem o retorno de cada soldado, russo e ucraniano, às suas famílias.

Olhando para os próximos anos, os bispos pensam “com amargura no abismo que nossos filhos e netos na Rússia e na Ucrânia terão que superar para começar a ser amigos, respeitar e amar novamente”.

"Lembramos que as portas do paraíso estão abertas a qualquer pessoa, mesmo a um pecador grave, se pedir perdão a quem humilhou, insultou, desprezou, ou a quem foi morto por suas mãos ou por sua ordem. Não há outro caminho senão o perdão e a reconciliação mútua. »

Assim, os bispos apelam ao diálogo, “porque não há outra alternativa à violência. Somente a capacidade de ouvir o outro pode dar esperança de uma saída do abismo em que nossos países foram lançados em poucos dias”.

MC

Crédito de imagem: Shutterstock / Aleksandr Rybalko

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.