Hope, uma árvore florida em nosso jardim diário

Longe de falsas esperanças ou ilusões frustradas, a esperança é um ricochete para o coração, um motor para seguir em frente e a certeza de que nossa vida presente e futura tem sentido.

Não sei se você é como eu, mas há certas palavras que só preciso pensar para causar uma reação física: uma onda de calor se apodera de mim, meus olhos começam a brilhar e meu coração dispara. .. A palavra esperança tem esse efeito em mim.

Esperança, não deve ser confundida com ilusões

Ah, espero! Loucura para uns, fonte de vida para outros! Loucura, claro, quando confundimos esperança e ilusões, mesmo que seja verdade que nem sempre é fácil distinguir: acontece que construímos a nossa esperança sobre as ilusões e é como ela se desmancha na desilusão.

Mas a esperança, a verdadeira, é aquela que faz Michelangelo dizer: Deus deu uma irmã em memória e ele a chamou de Esperança, ou aquele que costumava fazer as mulheres grávidas dizerem que estavam em esperança. Enquanto a ilusão leva à tristeza, às vezes até à morte, a esperança, como as mulheres, carrega a vida dentro de si e a comunica ao seu redor.

Mais que esperança

Às vezes usamos indistintamente esperança e esperança, mas enquanto a esperança é simplesmente o fato de esperar, de esperar com confiança um acontecimento feliz, o segundo termo implica uma disposição da mente, isto é, a escolha de confiar no por vir. Esperança é confiança em movimento.

Por exemplo, durante todo o inverno, olhei para a magra magnólia em meu jardim, sem saber se ela voltaria a florescer na primavera, mas esperava que suas flores me fizessem feliz na primavera. Tanta esperança. A esperança, por outro lado, me fez confiar na minha experiência de anos anteriores para ter certeza de que floresceria.

Conforto para o dia a dia

Muitos textos bíblicos se referem à esperança, como aquele que a compara a uma âncora (Hb 6,19). Esta imagem nos lembra que a esperança está enraizada na minha realidade diária. No plano teológico, a nossa esperança encontra a sua finalidade na nossa salvação e, portanto, está associada à fé: uma vez que acreditamos em Deus, temos a esperança da vida eterna. Mas a esperança também toca nosso cotidiano, nos empurra para frente, nos permite subir com alegria em nossos corações, nos faz acreditar no futuro.

Todas as figuras dominantes na Bíblia experimentaram esperança: elas acreditaram e esperaram, mesmo que às vezes só saudassem de longe aquilo em que haviam depositado sua confiança e esperança (Hb 11,13, 1). O apóstolo Paulo vai ainda mais longe quando diz que só restam três coisas: fé, esperança e amor (13,13 Cor. XNUMX). A esperança não é uma ilusão, pois tem um pé na fé e outro no amor. A esperança acredita e cresce porque ama.

Uma noção que flutua?

A esperança é a certeza de que tudo sempre pode mudar, de que não há inevitabilidade.
Às vezes, nossa esperança está por um fio e é preciso muita coragem para não ficarmos desesperados. Outras vezes, ao contrário, a esperança é grande e luminosa como uma manhã de primavera. Mas sua força não depende de seu tamanho. Depende da nossa confiança em Deus e no outro, e da nossa capacidade de amar: amar a nós mesmos, amar os que nos rodeiam e amar a vida com simplicidade!

V.Rochat

Encontre mais artigos sobre Espiritualidade, a revista que reúne mulheres cristãs do mundo de língua francesa.

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.