Exército ataca a catedral Phekhon de Mianmar

Um vídeo revelado pela Sir Agency testemunha o ataque à Catedral de Phekhon pelos militares em Mianmar.

Em 15 de março, o catedral phekhon, diocese do leste de Mianmar, foi vítima de um ataque por forças armadas militares. Drama revelado por Agence Sir, agência de notícias da Conferência Episcopal Italiana, que compartilhou o vídeo do atentado na sexta-feira, e acrescentou que um padre também foi ameaçado.

« #Myanmar : vídeo do ataque à Catedral de Phekhon. Uma arma também foi apontada para um padre que tentava deter o exército. "

O vídeo, visível aqui, revela os tiros disparados pelos militares segundo a Sir Agency, bem como a fuga de muitos civis. Segundo o reitor da catedral, um padre, que tentava se opor ao ataque, foi ameaçado com um revólver.

De acordo com a mídia Notícias UCA, Union of Catholic Asian News, várias igrejas foram revistadas por policiais. Em 8 de abril, “pelo menos quatro igrejas católicas em aldeias na Diocese de Pathein, Divisão Irrawaddy, foram revistadas pela polícia e soldados por suspeita de atividade ilegal ou ativistas anti-golpe. Em 3 de abril, a Igreja Católica de Mandalay foi revistada e as igrejas Católica, Batista Kachin e Anglicana em Mohnyin Township foram revistadas. No dia 1º de março, as portas da Igreja Batista Lashio foram quebradas. Dez líderes religiosos e funcionários foram presos antes de serem libertados.

Em Mianmar, as Nações Unidas temem “A repetição de um cenário sírio”. Na semana passada, a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, expressou seus temores sobre o país:

“Estou preocupado que a situação em Mianmar esteja caminhando para um conflito em grande escala. "

Ela então lembrou que também na Síria, em 2011, "manifestações pacíficas" foram "hospedadas por uma força claramente desproporcional".

MC

Crédito da imagem: Robert Bociaga Olk Bon / Shutterstock.com

 

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.