Inauguração em Gaza dos restos de uma igreja restaurada que data do século V

Segunda-feira, 24 de janeiro, os restos de uma igreja bizantina datada do século V, que foi objeto de extensas obras de restauração, foram revelados pelas autoridades da Faixa de Gaza. Nesta região, o número de cristãos tem diminuído constantemente desde que o Hamas assumiu o poder. 

As ruínas de uma igreja bizantina do século V foram inauguradas na segunda-feira na Faixa de Gaza, após trabalhos de restauração, incluindo grandes mosaicos apresentados como "raros" pelas autoridades locais neste território palestino controlado pelo Hamas islâmico.

Descoberto em 1997, o local de 800 m2 é composto por ruínas cercadas e encimadas por um novo edifício para protegê-las, em Jabalia, ao norte da cidade de Gaza.

Os visitantes podem passar por passarelas de madeira para admirar os mosaicos de piso apresentados como "raros" pelo Ministério do Turismo local e que representam cenas de caça, animais e árvores, além de inscrições em grego antigo.

O local foi restaurado pela ONG francesa Première urgence internationale com a Escola Bíblica e Arqueológica Francesa, em cooperação com o British Council, que financiou o projeto no valor de 250.000 dólares, explicou Jamal Abou Reda, do Ministério do Turismo. Gaza.

“Uma equipe francesa trabalhou por cerca de quatro anos ao lado de muitos especialistas locais e autoridades de turismo e antiguidades para restaurar e escavar”, disse ele à Agence France Presse.

“As obras foram feitas para tornar este edifício um santuário para visitantes locais e estrangeiros”, acrescentou.

O local foi revelado na segunda-feira na presença do arcebispo greco-ortodoxo Alexios e funcionários do Ministério do Turismo e Antiguidades do Hamas, um movimento palestino que governa Gaza desde 2007.

O número de cristãos no enclave palestino, principalmente ortodoxos, está em constante declínio, muitos tendo emigrado especialmente desde a tomada do Hamas.

Segundo os líderes cristãos locais, seriam mais de mil, contra mais de 7.000 antes de 2007, na Faixa de Gaza, território palestino de dois milhões de habitantes sob estrito bloqueio israelense por quase 15 anos.

The Times of Israel relata as palavras de Issam al-Daalis, que dirige o departamento de obras públicas em Gaza, segundo ele, a restauração deste local é um exemplo de "aceitação" do Hamas de seus "irmãos cristãos em Gaza".

Equipe editorial (com AFP)

Crédito da imagem: Shutterstock / Val_Yankin

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.