Homenagens às vítimas do ataque de Nice

Ontem, quinta-feira, 29 de outubro de 2020, um indivíduo armado com uma faca assassinou três pessoas perto da basílica de Notre-Dame em Nice. Desde então, as homenagens às vítimas se multiplicaram. 

LA cidade de Nice foi mais uma vez afetada por um ataque Quinta-feira. O agressor, que foi neutralizado pela polícia, matou duas mulheres e um homem com uma faca.

Uma mulher de 70 ou 60 anos, segundo fontes, que estava meditando na igreja. Outra mulher, Simone, na casa dos quarenta, cujas últimas palavras foram para a família, "diga à minha família que os amo". E o sacristão da Basílica, Vincent Loquès, que tinha 45 anos.

Desde o anúncio deste trágico incidente, políticos, organizações, líderes religiosos, celebridades e anônimos têm querido homenagear a memória das vítimas.

Começando pelas igrejas da França, que ressoaram nos corações ontem às 15h, em Paris, Estrasburgo, Lyon…

Até a Itália, onde a Igreja de São Luís dos Franceses também ressoou "em uníssono com as igrejas da França".

Do lado político, assim que foi anunciado o ataque, os deputados reuniram-se na Assembleia Nacional para falar sobre o confinamento, observaram um minuto de silêncio, em homenagem às vítimas do ataque.

Enquanto a bandeira nacional das prefeituras da França está a meio mastro em memória dos três assassinados, como é o caso em Yerres, em Essonne.

O Festival de Cinema de Cannes, por sua vez, realizado excepcionalmente de 27 a 29 de outubro devido à pandemia, homenageou Nice com a implantação de um tapete preto nas famosas escadarias do festival.

Ontem à noite, os enlutados habitantes da cidade de Nice foram à basílica para depositar flores e velas.

PC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.