Bruxelas DIRETO / Explosões múltiplas nesta terça-feira, 22 de março pela manhã no aeroporto e no metrô

Três explosões ocorreram esta manhã em Bruxelas, na Bélgica, uma explosão dupla no aeroporto e uma no metrô.

C
As explosões ocorreram poucos dias após a prisão de Salah Abdeslam, envolvido nos atentados de 13 de novembro em Paris. Na noite de segunda-feira, o Ministério do Interior belga compartilhou seus temores de represálias.

Manteremos você informado em tempo real ao longo do dia. você pode atualize esta página para ver os novos elementos clicando em aqui.

Foi estabelecido um número de emergência para pessoas que têm parentes nos locais em questão: 00 32 506 47 11.

18:46 - Houve três bombas no aeroporto, uma das quais não explodiu, disse o CEO do aeroporto.

18:44 - Segundo o Guardian, o Ministério das Relações Exteriores britânico aconselha seus cidadãos a não se deslocarem a Bruxelas. Esta informação, confirmada pelo Mundo, é muito invulgar entre os países europeus.

18:39 - TV5 Monde relembra os dois números de emergência criados na França e na Bélgica

18:00 - A torre Burj Khalifa em Dubai é iluminada com as cores da Bélgica.

tour-dubai-bélgica

17:34 - O governo belga divulga uma foto de três suspeitos, um dos quais é procurado, os outros dois teriam se explodido

17:00 - François Hollande no registo de condolências na Embaixada da Bélgica: "Neste dia trágico, a França está ao lado da Bélgica".

16:21 - O presidente iraniano “condena veementemente os ataques terroristas em Bruxelas”. Hassan Rouhani também apresenta suas “sinceras condolências” ao governo e ao povo belga.

16:12 - De Cuba, Barack Obama deu apoio à Bélgica:

“Os pensamentos e orações do povo americano estão com o povo belga. Expressamos nossa solidariedade para com eles e condenamos esses ataques terríveis a pessoas inocentes. Faremos o que for necessário para apoiar nossos amigos e aliados na Bélgica e levar justiça aos responsáveis. Este é outro lembrete para nos dizer que o mundo deve se unir. Devemos estar juntos, independentemente de nossa nacionalidade, raça, fé e lutar contra o flagelo do terrorismo. Podemos e iremos vencer aqueles que ameaçam a segurança das pessoas em todo o mundo. ”

16:10 - O Ministro do Interior, Jan Jambon, anuncia três dias de luto nacional.

15:40 - Manuel Valls à Assembleia


15:16 - O governo mostra seu apoio à Bélgica no Twitter


15:13 - Reação do Primeiro Ministro canadense Justin Trudeau:

“Estou indignado e profundamente triste ao saber que um grande número de pessoas foram mortas e feridas em ataques terroristas que visaram a população de Bruxelas, na Bélgica. Sophie e eu nos unimos a todos os canadenses para expressar nossas mais profundas condolências às famílias e amigos dos mortos. Desejamos também uma rápida recuperação a todos os feridos. O Canadá é solidário com a Bélgica nessa provação e ofereceu toda a assistência possível. Continuaremos a trabalhar em estreita colaboração com nossos aliados e a comunidade internacional para ajudar a combater e prevenir o terrorismo no país e no exterior, e para levar à justiça os responsáveis ​​por planejar e cometer esses atos sem sentido. Os canadenses lamentam a perda de tantas vítimas. Nossos pensamentos e orações estão com o povo da Bélgica. "

15:06 - Um novo número provisório mostra 34 mortos.

15:03 - As estações reabrirão às 16h500 XNUMX soldados fornecerão segurança.

14:40 - Os ataques mais mortais na Europa


14:34 - Federica Mogherini, chefe da diplomacia europeia, às lágrimas da capital jordaniana

14:30 - Editorial comovente do jornal Le Soir:

Está conosco, essa "coisa". "Nossos" primeiros ataques suicidas, corpos no chão de nosso aeroporto de Zaventem, pedaços de carne em frente ao nosso trem do metrô, estripados, em uma parada forçada.

14:25 - Reação de Nicolas Sarkozy:

“Depois da França, a Bélgica é o alvo direto. Nossas democracias enfrentam uma ameaça interna e externa que nunca foi tão alta. Nessas circunstâncias trágicas, nossos arranjos de segurança devem ser adaptados e nossas parcerias de inteligência fortalecidas. É um imperativo absoluto. ” Diante dos senadores da LR, ele esclareceu: “Entre a prisão e esses ataques, apenas três dias ... Isso mostra a gravidade da implantação dessas pessoas”.

14:04 - Anne Hidalgo, Presidente da Câmara de Paris, pede uma reunião silenciosa no pátio da Câmara Municipal às 19 horas para "prestar homenagem às vítimas dos atentados em Bruxelas".

13:08 - O número provisório de mortos é agora de 28. 15 na estação de metrô e 13 no aeroporto. O número de feridos é de 90.

11:18 - A acusação confirma a tese de um atentado suicida no aeroporto de Zaventem-Bruxelas. O balanço agora mostra 21 mortos.

10h09 - O número oficial de mortos seria de pelo menos treze mortos e trinta e cinco feridos nas duas explosões.

9h40 - Comunicado do Governo Belga

“Esta manhã, por volta das 8 horas, ocorreram duas explosões na sala de embarque do aeroporto de Zaventem. A trilha de um ataque está sendo investigada. As vítimas devem ser lamentadas após essas explosões. A prioridade das autoridades e dos serviços em causa é prestar assistência às vítimas e proteger o perímetro. A fase de gerenciamento de crise federal foi lançada. Um call center foi criado para responder às perguntas de famílias e viajantes: 1771. Todos são convidados a não ir ao aeroporto de Zaventem. Ocam realizou uma nova análise de ameaças após essas explosões. O nível geral para a Bélgica é elevado para o nível 4, particularmente para estações internacionais, metrôs, aeroportos, instalações nucleares, o porto de Antuérpia. Um conselho de segurança nacional será convocado ainda hoje. O governo belga deseja expressar seu total apoio às vítimas e suas famílias. ”

O Mapa de Explosões

mapa de explosão

 

Veja também: 

Ataques em Bruxelas: reações de comunidades e figuras religiosas

Abaixo estão os primeiros depoimentos nas redes sociais.

O editorial

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.