Encerramento de locais de culto: Reunião entre o governo e representantes de culto na próxima segunda-feira

“Estamos muito sensíveis à situação dos crentes em nosso país, principalmente neste período de crise”

Éé Gabriel Attal, porta-voz do governo que anunciou queserá realizada reunião no dia 16 de novembro, próxima segunda-feira, entre governo e representantes das religiões.

Ele falou ontem, quinta-feira, 12 de novembro, durante sessão de questionamento ao governo sobre o confinamento e a retomada do culto veiculados pelo Senado Público.

Gabriel Attal iniciou seu discurso desculpando-se pela ausência do Ministro do Interior e dos Cultos, vigiado Darmanin, em viagem oficial à Rússia. Em seguida, disse que o governo estava “muito sensível à situação dos crentes em nosso país, especialmente neste momento de crise que é um momento difícil, que é um momento de provação para todo o país. E isso necessariamente leva todos nós conhecemos os crentes a quererem se encontrar de novo, a querer se recolher, a querer rezar talvez ainda mais ”.

Portanto, está marcada uma reunião para o dia 16 de novembro no Ministério do Interior com representantes da seita para decidir sobre as condições "nas quais as seitas podem voltar a receber o público assim que a flexibilização for possível".

Uma declaração que segue a receita emitido em 7 de novembro pelo Conselho de Estado que lembrou que a possível prorrogação do estado de emergência sanitária permitiria "uma consulta aos representantes das principais religiões sobre a possível prorrogação das medidas".

PC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.