Em Uganda, um cristão foi decapitado por compartilhar sua fé

“Nós o avisamos para voltar à nossa religião e lhe demos várias oportunidades, mas ele se fez de surdo, estamos orgulhosos de tê-lo matado. »

No domingo, 3 de julho, um cristão foi decapitado no leste de Uganda. Simolya Latifu tinha acabado de sair do Centro de Adoração do Discipulado de Cristo quando foi atacado por homens em motocicletas.

Segundo testemunhas, cujos comentários foram ecoados por Notícias da Estrela da Manhã, “os assassinos o condenaram por ter convertido os muçulmanos ao cristianismo”. Escondidos nos arbustos, eles testemunharam o drama.

“Nós vimos Buyinza cortar sua cabeça com uma espada, então eles foram embora. Ficamos ali por cerca de 30 minutos, então nos encorajamos e lentamente fomos ver o homem morto e descobrimos que ele estava adorando conosco no Centro de Adoração do Discipulado de Cristo. »

Os supostos agressores são Ali Buyinza, Muhammad Kamunyani e Jamada Walyomba. O primeiro teria afirmado seu orgulho por tê-lo matado.
“Nós o avisamos para voltar à nossa religião e lhe demos várias oportunidades, mas ele se fez de surdo, estamos orgulhosos de tê-lo matado. »

O pastor da igreja, Emmanuel Muzei, registrou boletim de ocorrência na polícia local.

“Os habitantes cristãos raivosos da vila de Molu invadiram o pântano da vila de Molu para lamentar a morte de seu amado convertido do islamismo que havia ido de uma igreja para outra para testemunhar sobre como ele se converteu ao cristianismo. Seu testemunho encorajou muitos cristãos em minha igreja e levou muitos a Cristo. Perdemos um evangelista dinâmico. »

MC

Crédito de imagem: Shutterstock.com/Travel Stock

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.