Editorial de Camille de 12 de abril de 2022: Não esqueça das vítimas

Como a guerra na Ucrânia atualmente atrai a atenção do mundo, o padre italiano Pierluigi Maccalli, que passou dois anos em cativeiro no Mali depois de ser sequestrado por jihadistas, pede para não esquecer as "vítimas da violência e seqüestros do terrorismo jihadista".

"Vamos ajudar o público a não considerar ninguém como refém de segunda classe", declarou o clérigo italiano.

A notícia do dia nos convida a relembrar a provação sofrida por outra vítima do jihadismo, é a missionária cristã Kayla Mueller.

O americano foi sequestrado em 2013 e assassinado em 2015. Uma jovem Yazidi disse a um tribunal nos Estados Unidos na segunda-feira sobre as dificuldades enfrentadas pela trabalhadora humanitária que se recusou a renunciar à sua fé cristã.

Enquanto este editorial nos convida a não esquecer as vítimas, como não falar da guerra na Ucrânia que acelera a morte e está atualmente perturbando a vida de muitos inocentes.

100 quilômetros de Lviv, freiras da Congregação das Irmãs da Sagrada Família abriram as portas de seu mosteiro para cerca de quarenta famílias fugindo do conflito.

Finalmente, o editorial do dia conclui sobre um assunto caro à redação do InfoChrétienne, é sobre cristãos perseguidos. Não vamos esquecê-los também!

Conheça em particular o testemunho deum cristão na China que, apesar da perseguição, continua a proclamar o Evangelho em seu país contra todas as probabilidades.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.