75% de dedução de impostos para adoração até o final de 2022

O governo decidiu que a isenção de impostos para doações feitas a associações religiosas será de 75% em vez de 66% até dezembro de 2022. 

O presidente Emmanuel Macron entrará em contato com líderes religiosos para anunciar uma nova medida fiscal, revela Europa 1.

O Eliseu decidiu, de fato, dar um impulso às associações religiosas ao abrigo da lei de 1905, oferecendo-as uma dedução fiscal que passará de 66% para 75%. Uma vantagem que será aplicada no limite de 554 euros de despesa.

A medida temporária entrará em vigor de quinta-feira, 3 de junho, até 31 de dezembro de 2022 e deve impactar positivamente as finanças das religiões, que vêm sofrendo com a crise de saúde. “As associações religiosas sofreram perdas durante a crise”, afirma o gabinete do Ministro das Contas Públicas para justificar esta ajuda, informa. Capital.

Será integrado em alterando projeto de lei de finanças (PLFR) apresentado nesta quarta-feira, 2 de junho em Conselho de Ministros.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.