Covid-19: A Igreja Católica se mobiliza em face da angústia dos alunos

“É hora de os jovens sacrificados redescobrirem as interações sociais, de ocupar toda a sua dimensão na sociedade pela qual serão responsáveis ​​amanhã. "

Une estudo da Federação das Associações Gerais de Estudantes (Fage) revela que o primeiro confinamento teve um forte impacto sobre os alunos. 73% dos jovens entrevistados disseram ter sido afetados psicologicamente, emocionalmente ou fisicamente e 23% deles relataram ter tido pensamentos suicidas.

Na verdade, são diretamente afetados pela redução das interações sociais, pelo estresse gerado pelo ensino à distância e pela incerteza do futuro.

Há um verdadeiro "mal-estar estudantil" na época de Covid-19, uma descoberta que avisa Igreja Católica alarmar-se "com as consequências" e "mobilizar". “É hora de os jovens sacrificados redescobrirem as interações sociais, de ocupar toda a sua dimensão na sociedade pela qual serão responsáveis ​​amanhã. »Declarou o bispo de Nantes, Mons. Percerou, encarregado da pastoral estudantil.

Diante da angústia dos alunos, serviços diocesanos de pastoral juvenil se organizam para apoiar e cercar os estudantes de sua cidade.

“A pressão dos estudos e a incerteza sobre o futuro são a sorte de todos os alunos”, relata a coordenadora de projetos estudantis da pastoral da diocese de Lyon, Clémence Pasquier, que também menciona a crescente precariedade desses jovens que são cada vez mais e mais deles apelam para ajuda alimentar. Isso sem falar na impossibilidade de criar vínculo social ou de conhecer gente nova por causa dos sucessivos confinamentos e do toque de recolher.

O Padre Damien Verley, responsável pela pastoral estudantil em Toulouse, explica que vê “jovens que se isolam cada vez mais”. O gestor acredita que os alunos se colocam “muita pressão” para seguir os seus cursos online que “às vezes são muito técnicos”.

Riscos de abandono são tão importantes que o reitor da academia de Aix-Marseille alertou o Arcebispo de Marselha, Dom Jean-Marc Aveline, pedindo a ajuda da Igreja para “apoiar e acompanhar os jovens que saem de casa. Estudos em formação ”. Relatórios de projetos "estão em desenvolvimento" o site da Igreja Católica em um arquivo dedicado à “precariedade material, relacional e formativa” encontrada pelos alunos.

Victoire de Lamotte, membro do ministério estudantil de Rennes, afirma que se se sente "desamparada" perante a situação dos "alunos deprimidos", também vê "quem não desiste e luta".

Eles estão cheios de esperança e nos encorajam!

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.