Ore por aqueles que têm preocupações alimentares

Ore por aqueles que têm preocupações alimentares

Embora mais de um quarto da população mundial não tenha acesso a alimentos seguros, nutritivos e suficientes, encontramos pessoas que têm problemas com a alimentação.

O oposto da subnutrição é a tragédia da alimentação impulsiva, excessiva ou restritiva. Existe uma forte conotação emocional na comida. Algumas pessoas pensam na próxima refeição assim que saem da mesa, outras consideram comer uma tarefa árdua.

Gula ou ascetismo, essas formas de alimentação podem se tornar vícios destrutivos. O comportamento alimentar pode tornar-se uma forma de expressão de sofrimento, com os distúrbios tornando-se doenças completas que podem ser fatais.

Os transtornos alimentares podem ser classificados em duas categorias principais: transtornos bulímicos (com ingestão excessiva de alimentos) e transtornos anoréxicos (com restrição alimentar mais ou menos rigorosa).

Estas duas formas de distúrbios podem, no entanto, coexistir; falamos então de anorexia-bulimia.

Tenho visto tanto sofrimento nessas pessoas afetadas por esse transtorno, que rezaremos com carinho por elas. Jesus nos ensinou a fazer esta oração: 

“Pai nosso… O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.”

Há uma noção de equilíbrio neste pedido. Dê-nos o que precisamos, nem mais, nem menos.

“Senhor, sem esquecer aqueles que vivem em países onde a fome é galopante, queremos rezar hoje pelas pessoas com graves problemas de bulimia e anorexia. Tu conheces os problemas subjacentes que enfrentam: má autoestima, depressão, ansiedade, desvalorização, culpa ; que você os ajude, neste dia, para que encontrem uma alimentação balanceada! Que toda obsessão seja substituída pela paz, pela harmonia interior! Em nome de Jesus, amém!”

Avec amor,

Paulo Calzada

Crédito da imagem: Shutterstock/ Motortion Films

Na seção Oração >



Notícias recentes >