A Comissão Europeia está preocupada com “a ameaça contra locais de culto”

European_commission_worries_threat_against_places_of cult

A Comissária Europeia para os Assuntos Internos, Ylva Johansson, expressou terça-feira a sua preocupação com o “enorme risco” de ataques terroristas como o que ocorreu no sábado à noite em Paris, e em particular “a ameaça contra locais de culto”..

A comissária, que falava numa reunião de ministros do Interior em Bruxelas, esclareceu que a sua avaliação da situação se baseou na dos países membros, e no facto de vários terem aumentado o nível de ameaça. Mas também sobre um “enorme aumento do anti-semitismo e do ódio contra os muçulmanos”, bem como sobre o aumento do “conteúdo terrorista online”.

"Com a guerra entre Israel e o Hamas e a polarização que está a causar nas nossas sociedades, à medida que a época natalícia se aproxima, existe um enorme risco de ataques terroristas na União Europeia. Vimos isso recentemente em Paris, infelizmente, e vimos isso antes também”, disse ela.

A comissária sueca disse estar “muito preocupada” com este “risco terrorista”, sem dar mais detalhes. “Precisamos resolver isso juntos”, ela continuou.

Um turista germano-filipino foi morto no sábado e outros dois ficaram feridos perto da Torre Eifel, em Paris, num ataque com faca perpetrado por um franco-iraniano radicalizado que disse estar agindo em “reação à perseguição de muçulmanos em todo o mundo”.

Editores (com AFP) 

Crédito da imagem: Shutterstock/mapush

Na categoria Igreja >



Notícias recentes >