As roupas não fazem o monge: O que a Bíblia diz sobre nossa relação com a aparência?

A aparência de uma pessoa. Se não formos cuidadosos, julgamos rapidamente com base neste único critério! Como não parar na primeira impressão? Entrevista com Priscilla Hunziker, psicóloga e consultora de imagem.

Por que a aparência é tão importante em nossa sociedade?

Este tem sido o caso em todas as civilizações porque o hábito diz muito sobre uma pessoa. Sempre teve duas funções: a função de identificação (o jaleco da enfermeira, o traje do carteiro, etc.) ou a função de pertencimento (posso mostrar pelo meu estilo a que religião, a que círculo a sociedade ou a que grupo pertenço).

Os jovens costumam seguir essa abordagem. Mas se a aparência nos impressiona, é porque a visão é o nosso sentido mais imediato. Vemos antes de ouvir, cheirar ou saborear. É por isso que também gostamos de carros bonitos, casas bonitas, etc.

Nossa aparência: que mensagem (ns) pode transmitir?

Pela nossa aparência, podemos escolher o que comunicamos sobre nós mesmos. O hábito
faz parte da comunicação não verbal. Por meio dela, reconhecemos a facilidade financeira de uma pessoa, seja ela ambientalista ou rebelde e desesperada.

Pela maneira como se vestem, algumas pessoas tentarão transmitir quem são. Para outros, a vestimenta servirá apenas para cobrir (proteger do frio). Todo mundo escolhe dar mais ou menos importância.

Como superar a primeira impressão?

Como cristãos, vamos modelar nosso olhar no de Deus. O olhar de Deus não pára na superfície. Deus pode nos ajudar a seguir este caminho. Mesmo que nossa natureza humana nos incite a olhar para as aparências, Deus pode nos livrar de nossos medos e preconceitos sobre o que vemos nos outros.

Quando você olha alguém nos olhos, sua aparência perde importância. É aqui que o verdadeiro encontro pode acontecer.

O que a Bíblia nos diz sobre nossa relação com a aparência?

Jesus é o nosso melhor modelo a seguir. Em Mateus 22:16, os próprios fariseus reconhecem que Jesus não olha para a aparência e não se deixa influenciar. Uma imagem muito simbólica na roupa: escondemos o que não queremos mostrar aos outros. Mas existe uma comunhão com Deus quando paramos de nos esconder! O perigo da aparência é mostrar que você está "limpo" por fora enquanto esconde o que está por dentro.

Quando Deus pede a Samuel para escolher um novo rei entre os filhos de Jessé, seu primeiro pensamento é escolher Eliabe porque ele é alto. Mas Deus volta atrás dizendo:

“Não preste atenção na aparência dele porque eu o rejeitei. Na verdade, o Senhor não tem os mesmos olhos do homem. O homem olha o que atinge os olhos, mas o Senhor olha o coração. "(1 Sam. 16, 7)

Devemos nos culpar por querer estar bonitos?

Acredito que o próprio Deus ama o belo, pois não se contentou em criar uma única flor ou um único animal. No olho do seu Criador, existe o olho do artista! Quando ele terminou sua criação, ele disse que era muito bom. Para ele, era importante que os humanos tivessem um corpo. Ele não queria que fôssemos apenas espíritos! Enfeitar-se é uma homenagem a Deus.

Sejamos dignos sem nos orgulharmos, em reconhecimento e não em sedução. Se dermos à aparência o seu devido lugar, ela não será mais um problema.

Roleta Sandrine

Encontre mais artigos sobre www.spirituelles.info, a revista que reúne mulheres cristãs do mundo de língua francesa.

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.