11 milhões de pessoas têm textos bíblicos em seu idioma pela primeira vez

shutterstock_246112852.jpg

Apesar da interrupção causada pela pandemia, as Sociedades Bíblicas de todo o mundo têm trabalhado arduamente em 2021 para tornar a Bíblia acessível ao maior número possível de pessoas. Assim, desde o início de 2022, 5,8 bilhões de pessoas têm a Bíblia inteira enquanto 11 milhões de pessoas podem ler a Bíblia textos bíblicos em sua língua pela primeira vez. 

Todos os anos, o mês de setembro destaca a tradução, sendo 30 de setembro o Dia Internacional da Tradução. Uma data escolhida em homenagem a São Jerônimo, famoso tradutor da Bíblia para o latim.

Nesta ocasião, a Aliança Bíblica Francesa divulgou um comunicado de imprensa que faz um balanço da tradução da Bíblia em todo o mundo.

Ele diz que no início de 2022, 7,1 bilhões de pessoas tiveram acesso a pelo menos parte do texto da Bíblia em sua língua nativa e 5,8 bilhões à Bíblia em sua totalidade.

Assim, apesar das dificuldades causadas pelo Covid-19, o ano de 2021 tem sido rico em traduções da Bíblia, de fato as Sociedades Bíblicas ao redor do mundo concluíram traduções das Escrituras em 90 idiomas usados ​​por 794 milhões de pessoas, o que representa pouco mais de 10% da população mundial. Quarenta e oito de seus idiomas eram traduções primárias, o que significa que 48 milhões de pessoas tiveram acesso a textos bíblicos pela primeira vez.

No entanto, para mais da metade dos idiomas do mundo, que são usados ​​por 219 milhões de pessoas, as traduções das escrituras permanecem inexistentes e 1,5 bilhão de pessoas têm acesso apenas a parte do texto bíblico.

Para permitir que todos leiam textos bíblicos um dia, a Aliança Bíblica Universal (UBA) não carece de ambição. Desde 2018, concentrou seus esforços na meta de concluir 1200 traduções das Escrituras, incluindo 880 traduções primárias, até 2038. Até o momento, 312 ainda estão em andamento, enquanto 103 foram concluídas.

A Bíblia em diferentes formatos

O trabalho de tradução também continua para permitir que pessoas com cegueira e surdez tenham acesso a textos bíblicos, mas ainda há um longo caminho a percorrer! De fato, segundo a Aliança Bíblica Francesa, das 400 línguas de sinais que existem no mundo, apenas cerca de 60 possuem parte do texto bíblico e apenas uma da Bíblia completa. Enquanto menos de 10% dos 719 idiomas possuem a Bíblia completa em braille.

Por fim, sem surpresa, é na internet graças à Biblioteca Bíblica Digital (DBL) que encontramos as versões mais completas da Bíblia. No início de 2022, o DBL continha 2935 textos em 1833 idiomas usados ​​por 6,1 bilhões de pessoas, o que representa acesso para mais de três quartos da humanidade.

Camille Westphal Perrier


Artigos recentes >

Resumo das notícias de 21 de março de 2023

Pela redação
ícone de relógio cinza contornado

Notícias recentes >