Arqueólogos descobriram uma cidade subterrânea na Turquia, provável refúgio dos primeiros cristãos perseguidos

Em Mardin, na Turquia, arqueólogos descobriram uma cidade subterrânea de 2 anos que provavelmente serviu de refúgio para os primeiros cristãos que fugiam da perseguição romana. 

Ciência ao vivo relata que os arqueólogos descobriram uma cidade subterrânea dentro de uma caverna de calcário na cidade de Mardin, localizada no distrito de Midyat, na Turquia.

Uma cidade subterrânea que consiste em câmaras de armazenamento de comida e água, casas e locais de culto, incluindo uma igreja, bem como o que parece ser os restos de uma antiga sinagoga com uma estrela de Davi pintada na parede.

Segundo os arqueólogos, esta cidade foi construída durante o século II ou III dC. Estimativa estabelecida graças à descoberta de artefatos que datam da época romana, incluindo moedas e lamparinas a óleo.

O diretor do museu Mardin, que também é o chefe das escavações da agência turca Anadolu, Gani Tarkan, disse que este espaço subterrâneo foi construído primeiro como um "esconderijo" ou uma "zona de fuga".

Ele assume que era um espaço construído por cristãos fugindo da perseguição romana.

“O cristianismo não era uma religião oficial no segundo século [e] famílias e grupos que aceitavam o cristianismo geralmente se refugiavam em cidades subterrâneas para escapar da perseguição de Roma. Talvez a cidade subterrânea de Midyat fosse um dos espaços de convivência construídos para esse propósito. »

O chefe das escavações revela ainda que, segundo antigos geógrafos, os cristãos que viviam na região na época foram vítimas de severas perseguições. “Não apenas pelos romanos, mas também pelos persas no século IV”, acrescentou.

O diretor do museu Mardin afirma que ainda há uma grande parte da cidade subterrânea a ser descoberta, ele de fato estima que a parte descoberta (10 m2) é inferior a 5% do seu tamanho total. Segundo ele, o conjunto teria uma área superior a 400 m2, que pode acomodar entre 60 e 000 pessoas.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.