Argélia: 18 meses de prisão por dar uma Bíblia e pregar na rua

“O governo reprimiu sistematicamente a comunidade protestante evangélica, inclusive por meio de uma série de fechamentos e invasões de igrejas, incluindo duas contra as maiores igrejas protestantes do país. »

Mohammed Derrab é um cristão, um ancião cuja igreja foi fechada na Argélia. Ele foi preso no mês passado em Tizi-Ouzou pelas autoridades argelinas depois de pregar e oferecer uma Bíblia a alguém na rua.

Mohammed Derrab acaba de ser condenado a 18 meses de prisão. Sua casa foi saqueada pelas autoridades, que confiscaram suas Bíblias.

Atualmente na prisão, Mohammed Derrab apelou contra este veredicto. A decisão deve ser tomada no próximo mês.

Preocupação Cristã Internacional denuncia "um padrão de crescente perseguição contra protestantes argelinos nos últimos anos".

Conforme Comissão Americana para a Liberdade Religiosa Internacional, "A Argélia continua a intensificar sua repressão em curso contra as minorias religiosas".

“O governo reprimiu sistematicamente a comunidade protestante evangélica, inclusive por meio de uma série de fechamentos e invasões de igrejas, incluindo duas contra as maiores igrejas protestantes do país. »

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.