Após o retorno do Taleban ao Afeganistão, o arcebispo de Erbil teme que o do Daesh no Iraque e na Síria

“Afeganistão e Iraque são lugares muito diferentes. Mas a tomada do país pelo Taleban é certamente um incentivo para aqueles que apóiam esse tipo de regime. "

a organização Ajuda à Igreja que Sofre (AED) entrevistou o arcebispo católico caldeu Bashar Warda d'Erbil sobre a tomada do Taleban no Afeganistão. O bispo disse a ele seus temores sobre um possível retorno ao poder do Daesh, o Estado Islâmico, no Iraque e na Síria.

“Afeganistão e Iraque são lugares muito diferentes. Mas a tomada do país pelo Taleban é certamente um incentivo para aqueles que apóiam esse tipo de regime. "

Ele afirma, além disso, que eles “não se foram completamente” e permanecem no subsolo.

“Pior ainda, a mentalidade que criou o ISIS certamente ainda permanece na região. Portanto, é uma preocupação permanente. Acho que é verdade que a mentalidade do Daesh ainda existe no Iraque e na Síria entre algumas partes da população. "

Para o arcebispo, as primeiras pessoas a sofrer com esses períodos de instabilidade são as minorias. Mas ele afirma, os cristãos do Iraque estão muito presentes.

“Somos poucos agora, mas estamos agüentando e fazendo o nosso melhor onde quer que estejamos no Iraque para mostrar que somos uma parte vital da estrutura do país. "

MC

Crédito da imagem: Tomas Davidov / Shutterstock.com

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.