"Antes que seja tarde demais": eles testemunham "terror e caos" na Nigéria

“Os ataques se tornaram uma ocorrência diária, pois os saqueadores se sentem [são] um grupo 'imune' de pessoas e se sentem intocáveis, desafiando as autoridades competentes. »

A Comissão Americana para a Liberdade Religiosa Internacional denuncia condições “medíocres” de liberdade religiosa, na Nigéria, relatando violações perpetradas pelo Estado e pela sociedade, violência intercomunitária, sequestros desenfreados e criminalidade geral.

Neste contexto de violência generalizada, a organização Morning Star News transmite testemunhas locais que revelam a perseguição diária aos cristãos no local.

Le Maio 5, pastores Fulani mataram oito cristãos no condado de Bassa, estado de Plateau. Entre as vítimas, duas crianças, Maria, 4 anos e Esther, 5 anos. Davidson Malison, da Associação de Desenvolvimento de Irigwe (IDA), disse em um comunicado à imprensa que "os ataques se tornaram um assunto diário".

“O ataque é, sem dúvida, a perpetração contínua de terror e caos no país de Rigwe com o objetivo de expulsar à força o povo pacífico de Rigwe de sua terra ancestral, bem como a completa aniquilação de toda a tribo. Os ataques tornaram-se um assunto diário, pois os saqueadores assumiram [que são] um grupo de pessoas 'imunes' e se sentem intocáveis, desafiando as autoridades envolvidas. »

Ele deplora uma “série de assassinatos arbitrários e destruição de vidas e propriedades, o roubo de objetos”. Segundo ele, “não há dúvida de que o sistema falhou amplamente em impedir o desencadeamento da carnificina”.

Le Maio 3, no condado de Chibok, estado de Borno, militantes do ISWAP invadiram a cidade de Kautikari. Pelo menos oito pessoas foram mortas, propriedades foram saqueadas e destruídas. Residente no local, Yohanna Daniel entrou em contato com o Morning Star News por SMS. "Precisamos de uma intervenção de segurança, por favor, antes que seja tarde demais", ela implorou.

MC

Crédito da imagem: Shutterstock / Jordi C

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.