A Noite das Igrejas 2022: Um evento religioso e cultural sobre o tema das viagens

De 23 de junho a 3 de julho, acontecerá a edição de 2022 da Noite das Igrejas. Nesta ocasião, centenas de igrejas na França abrirão suas portas ao público. O tema deste ano é "Voyage dans la nuit", escolhido em referência a uma coleção de Charles de Foucauld. 

La noite das igrejas é um evento religioso e cultural, iniciado pela Igreja da França, que faz parte da paisagem de verão das dioceses do país desde 2011. Todos os anos, várias centenas de igrejas participam.

Para o iniciador do projeto, Dom Jean Legrez, Arcebispo de Albi, "este evento responde a uma dupla missão: por um lado, permitir que as comunidades cristãs locais, mesmo nas aldeias mais pequenas, apoiem ou recuperem a sua igreja, lugar de sua história e suas raízes; por outro lado, abrir as suas portas e acolher todos os que vierem: artistas, visitantes, curiosos, curiosos, etc. »

“Durante a mesma semana, em todo o território do nosso país, isso constitui um forte sinal de unidade e manifestação viva da Igreja tornada visível através de nossas igrejas”, continua o Arcebispo.

A edição 2022 da Noite das Igrejas, patrocinada pelos artistas Gregory Turpin e Natasha Saint-Pier, será executado de 23 de junho a 3 de julho.

Seu tema será "Viagem na Noite", em referência a uma coleção de pensamentos intitulada "Viajante na noite" de Charles de Foucauld canonizado em 15 de maio pela Igreja Católica.

“Silenciosamente, secretamente, como Jesus em Nazaré, como um viajante na noite. »

Assim, durante uma ou mais noites, o público será convidado a “viajar” à noite, ao coração das igrejas da França, para descobrir sob uma nova luz as riquezas desta parte do patrimônio francês. Visita guiada, concerto, conferência, exposição ou tempo de oração estarão no programa.

Camille Westphal Perrier

Crédito da imagem: Creative Commons / Flickr

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.