US $ 1 milhão exigido como resgate por cada missionário sequestrado no Haiti, entre eles um bebê de 8 meses

Um resgate de US $ 17 milhões é exigido pela gangue de 400 Mazowo para obter a libertação dos 17 missionários sequestrados no sábado no Haiti.

No sábado, um grupo de 17 missionários, dezesseis americanos e um canadense, foi sequestrado no Haiti. Entre eles, um bebê de 8 meses e quatro crianças de 3, 6, 14 e 15 anos.

Após esses sequestros, milhares de grevistas protestaram nas ruas de Porto Príncipe, capital do Haiti, para denunciar a falta de segurança no Haiti.

A quadrilha dos 400 Mazowo, que deu origem a este sequestro, exigiu um resgate de um milhão de dólares, ou mais de 860 euros, por cada um deles. De acordo com Associated Press, esse pedido de resgate foi feito no sábado, logo após o sequestro, por um integrante da quadrilha. Desde então, foi confirmado por uma pessoa em contato com a organização da qual os missionários dependem, Ministérios de Ajuda Cristã (CAM).

Em seu site, a organização cristã explica que "muitas pessoas, incluindo a liderança do CAM e as autoridades haitianas e americanas, estão trabalhando diligentemente para trazer nossos entes queridos para casa com segurança".

A organização Christian Aid Ministries lembra que os missionários voltavam de um orfanato quando foram alvos da gangue de 400 Mazowo. Ele evoca o “desejo sincero” deste grupo de “compartilhar o amor de Jesus”, em um país “atingido pela pobreza”.

“Este grupo de trabalhadores está comprometido com o ministério em todo o Haiti, atingido pela pobreza. Seu desejo sincero é compartilhar o amor de Jesus. Antes do sequestro, seu trabalho em todo o Haiti consistia em apoiar milhares de crianças carentes em idade escolar, distribuir Bíblias e literatura cristã, fornecer remédios a várias clínicas, treinar pastores haitianos e fornecer comida para idosos e vulneráveis. Nos últimos meses, eles estiveram ativamente envolvidos na coordenação de um projeto de reconstrução para aqueles que perderam suas casas no terremoto de agosto de 2021 ”.

MC

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.