O Pergaminho do Mar Morto, de 1700 anos, revela seus segredos com análise digital

Um antigo pergaminho do Mar Morto, datado de cerca de 1700 anos atrás, foi finalmente decifrado, graças ao uso de métodos digitais complexos usando um scanner micro-CT. Cientistas da Universidade de Kentucky conseguiram desenrolar virtualmente a mídia que estava muito danificada para fazer isso manualmente. A análise digital do rolo revelou que as inscrições em hebraico eram do livro de Levítico.

LO pergaminho, datado do ano 300 pelo método de datação por carbono-14, foi descoberto em 1970 em Ein-Ghedi. Não era lido há séculos, muito danificado por um incêndio por volta do ano 600. Pnina Shor, especialista da Autoridade de Antiguidades de Israel disse:

“A verdadeira alegria foi receber os primeiros resultados e ver que as inscrições não eram apenas visíveis, mas também legíveis. Foi emocionante! "

Michael Segal, professor da Universidade Hebraica de Jerusalém também disse:

“Podemos dizer que este livro de Levítico é o texto mais longo da Antiguidade trazido à luz desde que a publicação do Corpus do Mar Morto foi concluída, há cerca de dez anos, sob a direção de Emanuel. Tov. "

Este rolo constituiria o mais antigo vestígio descoberto de um dos livros do Pentateuco.

O editorial

Fonte: Ciência ao vivo

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.