O estado de saúde da irmã Gloria Cecilia Narváez, refém no Mali há quatro anos, piora

A congregação da irmã Gloria Cecilia Narváez, alerta sobre o estado de saúde da freira colombiana sequestrada em Karangasso, no sul do Mali, há quatro anos e oito meses.

Em entrevista à rádio colombiana Blu Radio Em 22 de setembro, Aylem Yela Romo, Superiora da Congregação das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada, declarou que, embora Gloria Cecilia Narváez ainda viva, sua saúde piorava devido às condições de detenção.

A superiora revela que sua congregação obteve informações recentes graças a um grupo de abduzidos, mantidos presos ao lado da irmã colombiana, que conseguiu escapar. Eles afirmam que em sua fuga tentaram levar Gloria Cecilia Narváez embora. Infelizmente, devido ao seu estado de saúde, ela não pôde acompanhá-los.

Durante seu discurso, Aylem Yela Romo pediu ao povo colombiano que rezasse “pela saúde e a libertação de Irmã Gloria Cecilia”. Ela também implorou ao governo que os ajudasse a libertar a freira.

“Ao Presidente Duque, ao Governador de Nariño e a todos aqueles que desejam contribuir com o processo de libertação de Gloria Cecilia, imploramos que nos ajudem e não nos abandonem. "

Em uma nota manuscrita enviada a seu irmão Edgar Narváez Por meio da Cruz Vermelha Internacional em 3 de fevereiro e tornada pública na quinta-feira, 8 de julho, Gloria Cecilia Narváez pediu que oremos para que ela recupere sua liberdade.

“Que todos rezem muito por mim. Deus os abençoe a todos. Espero que Deus me ajude a recuperar minha liberdade. Sua amada irmã, Gloria. "

Em outubro de 2020, o ex-refém francês Sophie petronina que havia sido mantida cativa ao seu lado, deu notícias da freira e pediu ao Presidente Emmanuel Macron que trabalhasse por sua libertação. “A mente dele cede. Devemos fazer de tudo para tirá-la de lá ”, declarou ela.

O colombiano de 57 anos foi sequestrado em fevereiro de 2017 enquanto trabalhava em Karangasso, Mali, perto da fronteira com Burkina Faso.

Camille Westphal Perrier

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.