Novos distúrbios na Nigéria após acusações de 'blasfêmia'

A agitação eclodiu no início da noite de sexta-feira no norte da Nigéria. A multidão enfurecida procurava uma mulher de 40 anos acusada de "blasfêmia". As tensões entre as comunidades cristã e muçulmana aumentaram desde o linchamento até a morte de Deborah Emmanuel Yakubu, uma estudante cristã de 25 anos na semana passada. 

Várias casas e lojas foram incendiadas em uma cidade no norte da Nigéria por uma multidão enfurecida, ferindo pessoas, após novas acusações de "blasfêmia" na região de maioria muçulmana, disse a polícia local neste sábado.

A agitação eclodiu no início da noite de sexta-feira na cidade de Warji, estado de Bauchi, quando "jovens furiosos incendiaram 6 casas e 7 lojas, ferindo várias pessoas", disse o porta-voz da polícia Ahmed Mohammed Wakili em um comunicado.

A polícia diz que o ataque segue acusações de "blasfêmia" feitas contra uma mulher de 40 anos após postagens nas redes sociais.

A multidão que a procurava virou-se contra seu bairro depois de descobrir que ela havia sido levada para um local seguro por vizinhos, segundo moradores.

Forças de segurança foram enviadas ao local e a "calma" foi restaurada, disse a polícia.

A blasfêmia é um tema altamente sensível no país mais populoso da África, que é dividido quase igualmente entre o sul predominantemente cristão e o norte predominantemente muçulmano.

As tensões entre as comunidades aumentaram desde o linchamento até a morte na semana passada de um Estudante cristão acusado de “blasfêmia” por seus colegas de classe no estado de Sokoto.

O caso provocou indignação em todo o país e tem havido muitos pedidos para que os culpados sejam levados à justiça. No processo, a polícia disse que prendeu dois suspeitos.

No dia seguinte à prisão, várias centenas de pessoas manifestaram-se em Sokoto para exigir a sua libertação, destruindo empresas e provocando confrontos com a polícia.

Na última segunda-feira, a polícia também dispersou uma manifestação fora da casa de uma mulher, também acusada de "blasfêmia", em outro estado do norte da Nigéria.

A equipe editorial (com AFP)

Crédito da imagem: Creative Commons / Wikimedia

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.