Tarde demais: buldôzeres de Gaza destruíram a recém-descoberta igreja bizantina

Arqueólogos, apoiados por um padre anglicano, revoltam-se: a igreja bizantina do século VI, recém emergindo do solo, foi quase destruída pelos operários da construção.

A Gaza, como em todas as cidades antigas, assim que iniciamos qualquer canteiro de obras, as ruínas são trazidas à luz. Os desta grande igreja bizantina de mais de 15 séculos, descoberta há pouco tempo, já entusiasmaram os arqueólogos e todos os interessados ​​na história desta parte do mundo. Uma grande igreja dos primeiros séculos de nossa era ressurgiu neste território muçulmano, lembrando indiscutivelmente sua história cristã.

Mas está quase esquecido, porque os trabalhadores, pagos para preparar a construção de um shopping center, continuaram a terraplenagem como se nada tivesse acontecido. Parece que ninguém interveio para impedi-los de destruir este rico sítio arqueológico. Arqueólogos, entre outros palestinos, estão em choque e pedem a preservação do local.

Ibrahim Nairouz, sacerdote anglicano de Nablus, denunciou os fatos ao primeiro-ministro palestino e ao ministro responsável por antiguidades e turismo. Ele se pergunta se isso não é acima de tudo um ato cristianofóbico.

O editorial

Fonte: Agenzia Fides

Você também pode ler: Igreja cristã do século XNUMX descoberta por trabalhadores na Faixa de Gaza

© Info Chrétienne - Reprodução parcial autorizada seguida de um link "Leia mais" para esta página.

APOIE A INFORMAÇÃO CRISTÃ

Info Chrétienne por ser um serviço de imprensa online reconhecido pelo Ministério da Cultura, a sua doação é dedutível no imposto de renda em até 66%.